fbpx

Nesse post listamos 15 livros de viagem e de criatividade incríveis para você aproveitar nesses dias de isolamento em casa. Dá para você viajar sem sair de casa e aproveitar para se inspirar para planejar sua próxima viagem. Nada melhor do que uma boa leitura para se inspirar!

Abaixo você encontra a lista com os 15 livros de viagem que selecionamos e uma breve descrição da história de cada um deles. Ah, comenta ai embaixo se tem algum livro de viagem que você recomende e que ficou de fora da lista!

Leia também: Carretera Austral: Guia com tudo o que você precisa saber

Lugares distantes: como viajar pode mudar o mundo

Autor: Andrew Solomon

“Andrew Solomon ― um dos pensadores mais originais de nossa época ― reúne neste livro escritos sobre lugares que passaram por abalos sísmicos culturais, políticos ou espirituais. Passando por lugares tão diversos quanto África do Sul, Brasil, China, Romênia, Ilhas Salomão, Equador, Taiwan, Mongólia, Antártica e Líbia ― foram sete continentes e 83 países ―, esta coletânea traz uma janela única sobre a própria ideia de transformação social, vista sobretudo pelos olhos das pessoas comuns. Figuras como ex-prisioneiros políticos, vítimas de estupro, garçonetes trans, xamãs e outros excluídos da sociedade são boa parte das fontes do autor. Com seu brilhantismo e compaixão característicos, Solomon demonstra tanto como a história é alterada por indivíduos quanto como as identidades pessoais são alteradas quando governos mudam.”

Clique aqui para comprar o livro “Lugares distantes: como viajar pode mudar o mundo”.

Não há tempo a perder

Autor: Amyr Klink

“Amyr Klink lembra de momentos difíceis que passou, para realizar seus planos, e garante que as crises podem nos motivar. Em seu novo livro, Não há tempo a perder, o maior navegador do Atlântico Sul evoca sua experiência para demonstrar como os projetos mais complexos podem ser realizados, se você se comprometer a destrinchar cada etapa. E trabalhar duro, ter resiliência. O obstinado homem do mar lembra da infância em Paraty, da adolescência, das vitórias e erros que já cometeu – garantindo que a pressão pode ser um estímulo para sobrevivermos. Este é um livro sobre a escassez, o medo, e a nossa misteriosa capacidade de realizar nossos sonhos.”

Clique aqui para comprar o livro “Não há tempo a perder”.

Leia também: 10 acessórios para fotografia de viagem

Vagabonding: an uncommon guide to the art of long-term world travel

Autor: Rolf Potts

Apenas achei a edição desse livro em inglês.

Vagabonding é um livro sobre uma pausa da vida normal – de seis semanas a quatro meses ou dois anos – para descobrir e experimentar o mundo nos seus próprios termos. O viajante Rolf Potts mostra como qualquer pessoa que tenha um espírito independente pode realizar o sonho de fazer longas viagens. O autor fornece informações sobre organização do tempo de viagem, determinação do destino, adaptação à vida na estada, trabalho voluntário, como lidar com adversidades e re-assimilação de volta à vida cotidiana.

Um livro sobre criatividade, descobertas e crescimento interior.

Clique aqui para comprar o livro “Vagabonding: an uncommon guide to the art of long-term world travel”.

A estrada dá tudo que você precisa

Autores: Rômulo Wolff e Mirella Rabelo

“Desde o instante em que Rômulo Wolff e Mirella Rabelo abandonaram o universo corporativo, sabiam que, para ter sucesso, era preciso um ingrediente principal: compromisso. Eles decidiram se aventurar pelo mundo e, após centenas de milhares de quilômetros superados, criaram um modelo de negócio diferenciado. Depararam-se com inúmeros imprevistos, mas descobriram que, quando você entrega algo para a estrada, a estrada lhe retribui. Este foi o combustível que guiou o casal para o sucesso nos trabalhos que desenvolvem on-line. Com uma bagagem de mais de três anos viajando de carro pelo mundo, contabilizam histórias de superação, improvisação e empreendedorismo, agora compartilhadas nas páginas deste livro. Uma viagem que não tem fim.”

Clique aqui para comprar o livro “A estrada dá tudo que você precisa”.

Álbum de Viagens

Autor: Michael Crichton

“O escritor Michael Crichton aguardava o vôo que o levaria das Ilhas Seychelles para a Tanzânia quando pensou em pôr no papel impressões sobre as viagens que havia feito até então. Ele pensou no assunto até o vôo chegar, naquela tarde ensolarada de 1981, e o esqueceu até o início de 1986, quando ‘escrever uma autobiografia’ se tornou uma das resoluções de ano-novo do autor. Começavam a ser criados ali os textos que dariam forma ao livro Álbum de viagens, que chega às livrarias no início de janeiro, pela Rocco. Álbum de viagens não se limita às idas de Crichton a lugares incomuns. Antes de contar as experiências ocorridas em locais variados, às vezes inóspitos, o autor norte-americano relembra momentos importantes na Universidade de Harvard, onde se graduou em Medicina após várias tentativas de desistir da faculdade. Os chamados tempos médicos, entre 1965 e 1969, levam o leitor às aulas de anatomia, às primeiras experiências com pacientes e aos questionamentos do então futuro doutor sobre a medicina. As inquietações e vivências do estudante vêm à tona em textos com profundas análises do comportamento humano. Entre os episódios mais marcantes estão a escalada do Monte Kilimanjaro, o susto passado na Jamaica com um assaltante, os arriscados mergulhos em Bonaire e as travessias no interior do Paquistão. Todas as viagens têm em comum a busca por algo novo, diferente e desafiador. Assim também são os outros textos inseridos nesta autobiografia, nos quais Crichton conta suas experiências místicas, como ler a aura das pessoas, entortar garfos e decifrar artimanhas de videntes. Nas páginas finais, Crichton resume tudo que aprendeu com a interação com esses fenômenos classificados por ele mesmo como psíquicos, transcendentais ou espirituais. Sem rodeios ou pudores, o escritor envolve o leitor em suas aventuras e procura transmitir um pouco do que aprendeu ao deixar o conforto de casa e partir em direção a alguns dos lugares mais incomuns e curiosos do planeta.”

Clique aqui para comprar o livro “Álbum de Viagens”.

Leia também: A nossa história e porque decidimos viajar

On the Road: Pé na Estrada

Autor: Jack Kerouac

“Responsável por uma das maiores revoluções culturais do século XX, […] “On the Road” escancarou ao mundo o lado sombrio do sonho americano. A partir da trip de dois jovens – Sal Paradise e Dean Moriarty –, de Paterson, New Jersey, até a costa oeste dos Estados Unidos, atravessando literalmente o país inteiro a partir da lendária Rota 66, Jack Kerouac inaugura uma nova forma de narrar. 
A obra-prima de Kerouac foi escrita fundindo ação, emoção, sonho, reflexão e ambiente. Nesta nova literatura, o autor procurou captar a sonoridade das ruas, das planícies e das estradas americanas para criar um livro que transformaria milhares de cabeças, influenciando definitivamente todos os movimentos de vanguarda, do be bop ao rock, o pop, os hippies, o movimento punk e tudo o mais que sacudiu a arte e o comportamento da juventude na segunda metade do século XX.”

Clique aqui para ler o livro “On the Road: Pé na Estrada”.

Cem dias entre o céu e o mar

Autor: Amyr Klink

“Navegando ao lado dos peixes, entretendo conversas com gaivotas e tubarões, remando no meio de uma creche de baleias, Cem dias entre céu e mar é o relato de uma travessia absolutamente incomum: mais de 3500 milhas (cerca de 6500 quilômetros) desde o porto de Lüderitz, no sul da África, até a praia da Espera no litoral baiano, a bordo de um minúsculo barco a remo. Verdadeira odisséia moderna, neste livro Amyr Klink transporta o leitor para a superfície ora cinzenta, ora azulada do Atlântico Sul, tornando-o cúmplice de suas alegrias e seus temores, ao mesmo tempo em que narra, passo a passo, os preparativos, as lutas, os obstáculos e os presságios que cercaram a extraordinária viagem.”

Clique aqui para comprar o livro “Cem dias entre o céu e o mar”.

Roube como um artista: 10 dicas sobre criatividade

Autor: Austin Kleon

“Verdadeiro manifesto ilustrado de como ser criativo na era digital, Roube como um artista, do designer e escritor Austin Kleon, ganhou a lista dos mais vendidos do The New York Times e figurou no ranking de 2012 da rede Amazon ao mostrar – com bom humor, ousadia e simplicidade – que não é preciso ser um gênio para ser criativo, basta ser autêntico. Baseado numa palestra feita pelo autor na Universidade do Estado de Nova York que em pouco tempo se viralizou na internet, Roube como um artista coloca os leitores em contato direto com seu lado criativo e artístico e é um verdadeiro manual para o sucesso no século XXI. Nesta obra, Austin mostra através de mensagens positivas um olhar gráfico diferenciado, ilustrações, exercícios e exemplos de como o leitor pode “ativar” seu lado criativo. Austin Kleon, corajosamente, desfila novas verdades sobre criatividade: nada é original, então abrace as influências, colete ideias, misture e reimagine para achar seu próprio caminho. Se gosta de um artista, copie-o, e copie as referências deste artista, descubra de quem ele gosta, quem ele copia, quem é a sua influência, e tome tudo isto para si. Seja este artista, até a hora que vai sentir que não está mais copiando e sim criando sua própria versão. Mas para chegar neste ponto é preciso que fique esperto, tenha uma rotina, um emprego fixo que lhe dê dinheiro e que lhe traga suporte para ser “selvagem” e ousado dentro de sua imaginação. O mais importante para os leitores é que Roube como um artista é focado na praticidade. Kleon quer transformar, mudar, fazer o leitor descobrir e ativar sua própria criatividade, e espera conseguir isto com todas as dicas e macetes que cita no livro. Roube como um artista é uma obra curta e intensa, um tiro certeiro para despertar aquele lado criativo que dorme dentro de todos os leitores.”

Clique aqui para comprar o livro “Roube como um artista: 10 dicas sobre criatividade”.

Pequeno Segredo: A história que inspirou o filme

Autora: Heloisa Schurmann

“A família Schurmann é conhecida internacionalmente pelas grandes aventuras ao redor domundo a bordo de um veleiro. Mas a trajetória deles mudou por completo em 1991, quando cruzaram com Robert e Jeanne em uma baía na remota Nova Zelândia, sem imaginar que esse encontro lhes daria um grande presente e um pequeno segredo.”

Clique aqui para comprar o livro “Pequeno Segredo: A história que inspirou o filme”.

Leia também: 13 Acessórios para viagem que não podem faltar

Livre: A jornada de uma mulher em busca do recomeço

Autora: Cheryl Strayed

“Aos 22 anos, Cheryl Strayed achou que tivesse perdido tudo. Após a repentina morte da mãe, a família se distanciou e seu casamento desmoronou. Quatro anos depois, sem nada a perder, tomou a decisão mais impulsiva da vida: caminhar sozinha cerca de 1.770 quilômetros pela costa oeste dos Estados Unidos, do deserto de Mojave, no sul da Califórnia, atravessando Oregon até o estado de Washington. Cheryl não tinha experiência em caminhadas de longa distância e a trilha era pouco mais que uma linha num mapa. Mas guardava uma promessa – a promessa de juntar os pedaços de uma vida em ruínas.
O relato de Cheryl captura a agonia, tanto física quanto mental, de sua incrível jornada; como a enlouqueceu e assustou e, principalmente, como a fortaleceu. Livre é uma história de sobrevivência e redenção, um retrato pungente do que a vida tem de pior e de melhor.”

Clique aqui para ler o livro “Livre: A jornada de uma mulher em busca do recomeço”.

Ioga para quem não está nem aí

Autor: Geoff Dyer

“”Deriva horizontal”, título do primeiro texto, define este livro quase indefinível, que não se encaixa nas classificações das estantes das livrarias e transita livremente entre a ficção e a não-ficção. Como cada capítulo se passa em um local diferente – Nova Orleans, Camboja, Bali, Tailândia, Líbia, Amsterdam, Roma, Paris, Detroit, Flórida, Nevada -, parece que estamos diante de um livro de viagens; porém, apesar dos vários destinos exóticos, há pouco turismo profissional nessa narrativa refinada, de humor britânico e introspecção blasée. Algumas páginas são “viagens” alucinantes e hilárias, regadas a cogumelos ou maconha, como as perambulações por Amsterdam e Paris; outras são viagens introspectivas, motivadas pela visão de ruínas romanas ou da deterioração urbana de uma cidade do alto capitalismo. E, ao longo de quase todas elas, corre um fio tênue que serve de amarração para os textos de outro modo independentes: o da viagem de busca, movida pela insatisfação de estar aqui e o desejo de estar em outro lugar, uma busca indefinida por alguma coisa essencial, profunda, de conciliação consigo mesmo e com o mundo. Mas enquanto não encontra esse lugar de absoluto contentamento, ele se compraz em não fazer nada, conquistar algumas mulheres e descrever os tipos bizarros que encontra em suas deambulações. E, para felicidade do leitor, tudo isso se traduz em páginas e páginas de puro deleite da leitura.”

Clique aqui para comprar o livro “Ioga para quem não está nem aí”.

Terra dos homens

Autor: Antoine de Saint-Exupéry

“Neste emocionante relato autobiográfico, do Saara aos Andes, episódios da vida de Saint-Exupéry como piloto entre os anos de 1926 e 1935 são narrados com riqueza de detalhes, principalmente na época em que prestava serviços à Aéropostale. Quase sem água e sem comida por catorze dias, o autor e seu mecânico são os principais personagens desta história, que tem como pano de fundo o deserto do Saara e as miragens. Como sobreviver ao calor, sem ter água e qual a falta que esta faz ao corpo? Terra do s homens, também conhecido como Vento, areia e estrelas, lida com os laços de amizade, a resignação diante da morte, a persistência, a camaradagem e a solidariedade presentes no ser humano quando em busca de um sentido para a vida.”

Clique aqui para comprar o livro “Terra dos homens”.

Leia também: As praias mais bonitas de Santa Catarina

Comer, rezar, amar: A busca de uma mulher por todas as coisas da vida na Itália, na Índia e na Indonésia

Autora: Elizabeth Gilbert

“Elizabeth Gilbert estava com quase trinta anos e tinha tudo o que sempre quis: um marido apaixonado, uma casa nova e espaçosa, o projeto de ter filhos e uma carreira de sucesso. Mas ao invés de sentir-se feliz e realizada, sentia-se confusa, triste e em pânico.
Enfrentou um divórcio, uma depressão debilitante e outro amor fracassado. Até que decidiu tomar uma decisão radical: livrou-se de todos os bens materiais, demitiu-se do emprego, e partiu sozinha para uma viagem de um ano pelo mundo. 
O objetivo de Gilbert era visitar três lugares onde pudesse examinar aspectos de sua própria natureza, tendo como cenário uma cultura que, tradicionalmente, fosse especialista em cada um deles. Assim, decidiu explorar a arte do prazer na Itália, a arte da devoção na Índia, e, na Indonésia, a arte de equilibrar as duas coisas.
Escrito com ironia, humor e inteligência, o best-seller de Elizabeth Gilbert é um relato sobre a importância de assumir a responsabilidade pelo próprio contentamento e parar de viver conforme os ideais da sociedade. É um livro para qualquer um que já tenha se sentido perdido, ou pensado que deveria existir um caminho diferente, e melhor.”

Clique aqui para comprar o livro “Comer, rezar, amar: A busca de uma mulher por todas as coisas da vida na Itália, na Índia e na Indonésia”.

Na natureza selvagem

Autor: Jon Krakauer

“Narrativa verídica sobre sonhos de juventude que se transformam em pesadelo. O corpo em decomposição de um jovem é encontrado no Alasca. A polícia descobrirá que se trata do filho de uma família rica do Leste americano. Na natureza selvagem, de Jon Krakauer, autor do best-seller No ar rarefeito, traz uma história real. O corpo em decomposição de um jovem é encontrado no Alasca. A polícia descobre que se trata de um rapaz de família rica do Leste americano que largou tudo, se internou sozinho na aridez gelada e morreu de inanição. Quem era o garoto? Por que foi para o Alasca? Por que morreu? Para responder a essas e outras perguntas, Jon Krakauer refaz a trajetória de Chris McCandless, revelando a América dos que vivem à margem, pegando carona ou circulando em carros velhos, vivendo em acampamentos e cidades-fantasmas. Mergulha no mundo da cidadezinha rural, onde homens rudes bebem e conversam sobre o tempo e a colheita. Compara a história do jovem com a de outros aventureiros solitários que tiveram fim trágico. O resultado é uma narrativa envolvente, por vezes amarga, em que os sonhos da juventude se transformam em pesadelo. Nova edição com posfácio inédito do autor.”

Clique aqui para comprar o livro “Na natureza selvagem”.

Do For Love: O que acontece quando você une sua paixão por viajar com sua vontade de ajudar?

Autora: Leticia Mello

“Nascido da ânsia da autora de fazer algo impactante na vida de outras pessoas, o projeto Do For Love foi uma idealização que se transformou em uma viagem de voluntariado e autoconhecimento pela Tailândia, Camboja e Vietnã. Procurando testar seus limites e ajudar os outros de maneira espontânea e verdadeira, Letícia Mello mergulhou em um mundo diferente do seu e conseguiu, de modo divertido e sincero, se conectar a pessoas e lugares que antes pareciam tão distantes. Uma história leve e emocionante que vai te tocar de várias formas.”

Clique aqui para comprar o livro “Do For Love: O que acontece quando você une sua paixão por viajar com sua vontade de ajudar?”.

Curtiu esse post?! Deixa um comentário pra gente!

Cadastre seu e-mail para receber as dicas de viagem e fotografia do GetOutside.

4 thoughts on “15 Livros de viagem para você se inspirar

  1. NATÃ CRIVARI says:

    Top! Comprando todos já kkkk
    Faltou o “Gluck – o que um ano sabático nos ensinou sobre a felicidade” da Karin Hueck e Fredi do Giacomo. Recomendo! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.