Istambul é uma cidade linda, uma mistura de ocidente e oriente, cheia de cores e vida. Nós fizemos um roteiro de 3 dias em Istambul com as principais atrações da cidade, considerando a distância entre os lugares e concentrando no mesmo dia as atrações próximas umas das outras, para otimizar o roteiro dos seus dias de viagem em Istambul.

Leia também: 13 Acessórios para viagem que não podem faltar

O que você precisa saber sobre Istambul

Pôr do sol em Istambul

Antes de falarmos sobre o roteiro de 3 dias em Istambul, confira abaixo algumas informações importantes para organizar sua viagem à Istambul.

Sobre Istambul

A cidade de Istambul está localizada na Turquia e, embora não seja a capital do país (que é Ancara), Istambul é considerada o principal polo industrial e comercial da Turquia, tendo atraído a visita de aproximadamente 5,5 milhões de turistas só nos 5 primeiros meses de 2019. Além disso, Istambul é a maior cidade da Turquia.

Istambul já foi dominada por gregos, romanos e otomanos. A cidade existe desde 667 Antes de Cristo. Istambul foi capital do Império Romano do Oriente e do Império Otomano até 1923, governada pelo sultão.

Quando da sua fundação pelos gregos, Istambul era chamada de Constantinopla e, no período otomano, a cidade começou a ser chamada de Istambul, nome oficialmente adotado em 1930.

Istambul é dividida pelo estreito de Bósforo, que liga o mar Negro ao mar de Mármara, estando entre os dois continentes: Europa e Ásia. Essa mistura traz um charme à cidade, que mescla influências do oriente e do ocidente.

Idioma

O idioma oficial da Turquia é o turco, mas a maioria das pessoas fala inglês por lá, especialmente nas zonas turísticas. Em todos os restaurantes que fomos tinha cardápio em inglês.

Moeda

A moeda oficial da Turquia é a lira turca. O símbolo da lira turca é “₺”. O câmbio é de aproximadamente 1 lira turca para 0,7 reais. Nós sentimos que, embora a lira turca seja um pouco desvalorizada em relação ao real, o preço das coisas em Istambul acaba sendo bem parecido com o Brasil ou até um pouco mais caro.

Melhor época para visitar Istambul

O clima de Istambul é temperado, com as estações definidas. O verão em Istambul é quente e seco, enquanto o inverno é frio. A temperatura é mais amena na primavera e no outono, por isso consideramos que os melhores meses para conhecer Istambul são de março a maio (primavera) e de setembro a novembro (outono).

O que vestir

A religião predominante na Turquia é o islamismo e, culturalmente, as mulheres se vestem de forma mais reservada. Para entrar nas mesquitas, por exemplo, as mulheres devem cobrir o cabelo, os braços e as pernas. No roteiro de 3 dias em Istambul que fizemos, incluímos a visita a algumas mesquitas que são imperdíveis e não podem ficar de fora de qualquer roteiro pela cidade.

A dica é andar com um lenço na bolsa para cobrir os ombros e o cabelo. Se for necessário, geralmente, na frente das mesquitas é disponibilizada uma vestimenta adequada, a abaya, para visita à mesquita. Evite shorts e decotes, opte por calças ou saias abaixo do joelho e mais largas.

Os homens também devem cobrir as pernas para entrar nas mesquitas. Por isso é sempre bom andar de calça por lá.

Onde se hospedar

Há basicamente duas zonas mais legais para se hospedar em Istambul: Sultanahmet e Beyoglu. Sultanahmet é uma região bem turística, onde estão localizadas a Hagia Sophia, a Mesquita Azul e o Grand Bazaar, o lado positivo de se hospedar por lá é estar próximo das atrações turísticas. Já Beyoglu é uma região muito legal, repleta de bares e restaurantes, que acaba sendo menos turística do que Sultanahmet. Em Beyoglu estão a Rua Istiklal e a Praça Taksim.

Fizemos uma seleção dos hotéis que recomendamos em Sultanahmet e Beyoglu, para ajudar na organização da sua viagem.

Se você reservar algum dos hotéis usando um dos links abaixo nós ganhamos uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (obrigada!).

Sultanahmet

Beyoglu

Leia também: O que fazer em Tel Aviv: Sugestões para o seu roteiro

Roteiro de 3 dias em Istambul

Confira abaixo o roteiro de 3 dias em Istambul que fizemos para você não deixar de lado nenhuma atração legal pela cidade.

Dia 1

  • Praça do Hipódromo
  • Mesquita Azul
  • Museu Hagia Sophia
  • Topkapi Sarayi & Harem Dairesi
  • Basílica Cisterna
  • Mercado de Especiarias
  • Banho turco

Praça do Hipódromo

A Praça do Hipódromo é considerada um museu a céu aberto. Na época do Império Romano o local era o centro cultural onde ocorriam os eventos. Os três principais monumentos da Praça do Hipódromo são (a) o Obelisco Egípcio (Obelisk of Theodosius), (b) a Coluna da Serpente e (c) a Coluna de Constantino (Column of Constantine). Próximos à Praça do Hipódromo estão as principais atrações de Istambul: a Mesquita Azul, o Museu Hagia Sophia e o Topkapi Sarayi. Todas elas estão neste roteiro de 3 dias em Istambul.

Mesquita Azul

A Mesquita Azul, também conhecida como Sultanahmet Mosque, é imperdível. Uma construção do século XVI do arquiteto Mehmet. O nome, Msequita Azul, é por conta da sua decoração interior feita de azulejos Iznik azuis. A Mesquita Azul é uma obra de arte.

Museu Hagia Sophia (ou Aya Sophia)

O Hagia Sophia era uma basílica construída por Constantino no século IV e reconstruída por Justiniano no século VI. A basílica foi transformada pelos otomanos em uma mesquita e, após, em um museu.

O Hagia Sophia é o Museu de Arte Turca e Islâmica que, segundo o governo turco, atualmente possui a mais rica coleção de tapetes. Além disso, há cerâmica, luminárias e esculturas. As primeiras cópias do Alcorão estão no Hagia Sophia.

É interessante que, embora tenha sido transformada em uma mesquita, os otomanos preservaram mosaicos com figuras cristãs, os quais se misturam com paneis com escritos e figuras islâmicas.

O valor do ingresso é de 70 liras turcas. Você também pode optar por comprar um ticket por 162 liras turcas que inclui a entrada no Topkapi, na Hagia Sofia e no Arkeoloji. O horário de visitação do Hagia Sophia, entre abril e outubro, é das 9h às 19h e, entre novembro e março, é das 9h às 18h. Vale dizer que a bilheteria para comprar o ticket fecha uma hora antes do horário de encerramento das visitas ao museu.

Topkapi Sarayi & Harem Dairesi

O Topkapi Sarayi é um palácio que funcionou como sede do Império Otomano e residência do Sultão. O Topkapi foi construído entre 1460 e 1478 e, atualmente é um palácio-museu com preciosidades do Império Otomano. É possível visitar apenas o palácio ou o harém, onde morava o sultão com suas esposas, filhos e concubinas.

O valor do ingresso apenas para o palácio é 72 liras turcas e para o Harem Dairesi é 42 liras turcas. O horário de funcionamento do Topkapi Sarayi & Harem Dairesi é das 9h às 18h45, de abril a outubro, e das 9h às 16h45, no inverno.

Basílica Cisterna (Yerebatan Sarayi)

A Basílica Cisterna foi construída na época do império bizantino por Justiniano, no século VI, para abastecer Constantinopla. A Basílica Cisterna era utilizada para estocar a água que abastecia os palácios. O domo da basílica cobre uma área de 9800m2.

Basílica Cisterna em Istambul

O nome, Basílica Cisterna, é porque no local onde foi estabelecida a cisterna funcionava uma basílica.

Em 1985, a Basílica Cisterna foi restaurada pelo município de Istambul e, em 1987, foi aberta para visitação.

Tem duas colunas na Basílica Cisterna que merecem a atenção dos visitantes. A chamada coluna que chora, que teria sido construída em memória das centenas de escravos que perderam a vida durante a construção da Basílica Cisterna. É chamada coluna que chora porque fica molhada, com a aparência de que chora, diferente das outras colunas. A outra coluna que merece atenção é a coluna sustentada por duas cabeças de medusa. De acordo com a lenda, quem olhasse para a Medusa virava cobra.

O valor do ingresso para entrar na Basílica Cisterna é 20 liras turcas e o horário de funcionamento é das 9h às 18h30, de abril a outubro, e das 9h às 17h30, no inverno.

Mercado de Especiarias

O Mercado de Especiarias, ou Mercado Egípcio, começou a ser construído em 1597, por ordem do Sultão Safiye, pela mulher do Sultão Otomano Murat III e pela mãe do Sultão Mehmet III. Passados 67 anos, a construção do Mercado de Especiarias foi concluído, fazendo parte do complexo Yeni Camii.

Mercado de Especiarias em Istambul

Se você gosta de cozinhar a Turquia é o lugar para comprar temperos diferentes e aromáticos. O mercado de especiarias, chamado Mısır Çarşısı, é cheio de vida, com diversas lojinhas onde você encontra uma grande variedade de chás, temperos, chocolates e outros produtos locais. Vale a pena dar uma volta para conhecer.

Mesquita Nova (ou Yeni Camii)

A construção da Yeni Camii começou em 1597, por ordem da esposa do Sultão Murad III e, após, da mãe do Sultão Mehmed III. A mesquita fica próxima ao Mercado de Especiarias e é muito bonita.

Banho Turco

Para terminar o dia com uma experiência turca, você pode tomar um banho turco. Tem duas casas de banho turco bem tradicionais, o Hamam de Cemberlitas e o Hamam de Suleymaniye, ambas localizadas em Sultanahmet, mas também existem outras várias casas de banho turco por Istambul.

Vale dizer que o banho turco é uma experiência que não agrada todo mundo, por ser, de certa forma, um pouco invasivo. Ouvi relato de pessoas que gostaram da experiência e outras nem tanto.

Nós optamos por tomar banho turco no hotel em que estávamos hospedados e acho que por isso a experiência foi legal (acabou sendo um pouco mais turístico do que nas tradicionais casas de banho).

O valor do banho turco varia de aproximadamente R$ 200 a R$ 350.

Dia 2

  • Museu de Arte Moderna
  • Rua Istklal
  • Dolmabahçe
  • Galata Tower

Museu de Arte Moderna

Localizado no bairro Taksim, o Museu de Arte Moderna de Istambul reúne obras de arte de artistas turcos e estrangeiros do fim do século XIX até o século XXI. O valor do ingresso é 75 liras turcas (estudantes e pessoas maiores de 65 anos pagam 54 liras turcas) e o horário de funcionamento é das 10h às 18h na terça-feira, quarta-feira, sexta-feira e sábado; das 10h às 20h na quinta-feira; e de 11h às 18h no domingo.

Rua Istklal

Vale a pena incluir no seu roteiro de 3 dias em Istambul um passeio pela Rua Istklal, conhecida pelas diversas lojas, cafés, restaurantes e docerias. Por lá passa o Tünel, um sistema de bondinho bem antigo.

Vale a pena parar para tomar uma taça de vinho na galeria Çiçek Pasajı e passar na praça Taksim, onde fica o Monumento ao Aguador e o Monumento à República.

Dolmabahçe

O Dolmabahçe foi o último palácio dos sultões Otomanos, tendo funcionado como centro administrativo no fim do Império Otomano. Construído no século XIX, o palácio é considerado um dos mais glamourosos do mundo.

O palácio Dolmabahçe foi construído em 1859, por determinação do Sultão Abdulmecid. Os móveis do palácio foram importados da França, os cristais da Inglaterra e as pinturas da Itália.

A localização do Dolmabahçe é um pouco mais afastada, localizado em Beşiktaş, mas vale a pena pegar um taxi e incluir a visita ao palácio no seu roteiro de 3 dias em Istambul.

O valor do ingresso para visitar o palácio é 60 liras turcas e para visitar o harem é 40 liras turcas. O horário de funcionamento é das 9h às 16h e o palácio não é aberto à visitação nas segundas-feiras e nas quintas-feiras.

Torre de Galata

A Torre de Galata é uma das torres mais antigas do mundo, construída de madeira pelo imperador Bizantino Anastasius Oilozus em 528 como uma casa de luz. Em 1348 a Torre de Galata foi reconstruída, dessa vez utilizando pedras, pela colônia de genoveses para proteção de Galata, sendo chamada por eles de Torre de Cristo.

A Torre de Galata pertenceu ao império Otomano durante a conquista de Istambul, em 1453. Durante o período que Bayezid II estava no poder, a Torre de Galata foi devastada por um terremoto e sofreu reparos pelo arquiteto turco Murad Bin Hayreddin. A Torre de Galata, que era usada apenas para a defesa de Istambul, começou a ser utilizada como observatório astronômico pelo astrônomo turco Takiuddin. O observatório astronômico foi fechado em 1579 e a Torre de Galata foi usada para abrigar prisioneiros cristãos de guerra que eram feitos de escravos pelo império otomano.

A Torre de Galata já passou por incêndios e reconstruções.

A vista de Istambul do alto da torre é muito bonita, vale a pena a visita no pôr do sol. Além disso, na Torre de Galata tem um simulador que passa pelos principais pontos turísticos de Istambul que também é bem legal.

O valor do ingresso para conhecer a Torre de Galata é 35 liras turcas e o horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h.

Dia 3

  • Lado asiático de Istambul
  • Grand Bazaar
  • Mesquita Süleymaniye

Lado asiático de Istambul

O estreito de Bósforo divide o lado europeu e asiático da cidade. É legal fazer um passeio de barco pelo estreito parar conhecer Kadikoy ou Ujkudar. Ambas são áreas residenciais no lado asiático de Istambul.

Kadikoy é conhecida pelo mercado de artigos turcos, peixes e outros. Vale muito a pena almoçar por lá.

Em Ujkudar fica o Palácio de Beylerbeyi, antiga residência dos sultões do Império Otomano, e a Torre de Leandro, também chamada de Torre da Donzela, uma construção em uma ilhota no estreito de Bósforo. Se for conhecer Ujkudar você pode sentar em um dos cafés do calçadão para apreciar a vista da parte histórica de Istambul.

A empresa que opera os barcos é a Turyol e o preço é acessível.

Grand Bazaar

O Grand Bazaar é um mercado, criado no século XV, que conta com diversos artigos turcos. O Grand Bazaar é considerado um dos maiores e mais antigos mercados cobertos do mundo, com mais de 4 mil lojas. É o lugar das compras para quem procura tapetes, joias, temperos, lembranças, etc. O horário de funcionamento do Grand Bazaar é das 9h às 19h, de segunda-feira a sábado. Ainda que você não seja das compras, passar pelo Grand Bazaar é uma experiencia cultural que tem que estar no seu roteiro de 3 dias em Istambul.

Uma dica legal é parar para tomar um chá ou café no Çinili Café, o lugar é um charme e os chás são maravilhosos.

Mesquita Süleymaniye

Mesquita Süleymaniye em Istambul

Localizada em Eminönü, a Mesquita Süleymaniye (de Solimão) foi construída no século XVI a pedido do Sultão Solimão, pelo arquiteto Mimar Sinan. A mesquita foi classificada como patrimônio mundial pela UNESCO desde 1985. A vista da cidade do local onde fica a mesquita é bem bonita.

Curtiu o nosso roteiro de 3 dias em Istambul?! Deixa um comentário pra gente!

Cadastre seu e-mail para receber as dicas de viagem e fotografia do GetOutside.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.