Antes um luxo para poucos, hoje em dia é cada vez mais acessível a compra de um drone, dos mais variados modelos, capacidades e tamanhos. Eu incorporei drone à minha lista de equipamentos lá em 2016, e hoje venho aqui compartilhar a minha opinião sobre o melhor drone para viagem.

Leia também:
Qual a melhor câmera para viagem em 2019
Qual a melhor configuração de vídeo para GoPro
Como tirar boas fotos com suas GoPro

Quer saber o que usamos? Veja nossa lista de equipamentos de foto e vídeo.

Para preparar essa lista do melhor drone para viagem eu considerei obviamente a qualidade, mas com bastante atenção ao tamanho e facilidade de transporte. Claro que existem drones melhores do ponto de vista de qualidade de imagem, mas alguns deles são impraticáveis aos que precisam de algo que seja fácil de carregar nas malas e mochilas.

Dito isso, bora para minha lista do melhor drone para viagem.

Melhor drone para viagem – DJI Mavic 2 / Mavic Zoom

Drone para viagem - Mavic

Ao falar de drone, falamos de DJI. Não há outro concorrente que chegue aos pés, ainda mais em se falando do segmento viagem e do tripé qualidade X tamanho X preço.

Veja também: 10 acessórios para fotografia de viagem.

E o Mavic 2 é o que entrega a melhor qualidade dos drones que eu listo aqui. O Mavic 2 e o Mavic Zoom, que foram lançados recentementes pela DJI, são as novas versão do Mavic Pro, que foi o meu primeiro drone, lá em 2016. Foi no Mavic Pro que aprendi tudo o que sei de drone, mas me rendi ao Zoom (foto acima), que é meu drone atual.

Quer ver meu review sobre o Mavic Zoom e o comparativo com o Pro? Veja o vídeo abaixo:

Apesar de não estar nessa lista, a primeira versão (Mavic Pro) é um baita drone, e você não vai se arrepender se comprá-lo. Você encontra o Mavic Pro por um preço excelente na Amazon (R$ 4.699 na versão simples / R$ 6.870 na Fly More Combo).

Você pode comprar o pacote mais simples dos drones da DJI, que basicamente vem com o drone, o controle, uma bateria e o carregador. A DJI também disponibiliza o combo Fly More, que basicamente traz 2 baterias adicionais, carregador veicular, hélices extras e a maletinha de transporte. Nas minhas duas aquisições de drone, fui de Fly More Combo, porque uma bateria apenas é simplesmente muito pouco.

Mas vamos falar do Mavic 2 e Mavic Zoom: Eles pesam aproximadamente 900 gramas e você consegue segurar na palma da sua mão. O tamanho é excelente para tocar dentro da sua mochila sem fazer muito peso ou volume.

A primeira versão do Mavic (Mavic Pro) tinha sensor de colizão apenas frontal, mas o 2 e Zoom vêm com sensor 360º, ou seja, você terá sensor de colizão em todas as direções, diminuindo o risco de acidente.

Em termos de capacidade de voo, as especificações indicam que você pode subir a 500 metros de altitude e 18 km na horizontal (você dificilmente atingirá essa distância horizontal em razão de interferências). A autonomia de voo indica algo como 31 minutos, mas geralmente é um pouco menos que isso.

O Mavic 2 e o Zoom tem sensores de câmera de diferentes tamanho (Mavic 2 tem o sensor maior), mas a qualidade de foto e vídeo é bem similar em boas condições.

Ambos filmam em 4K (30fps), com possibilidade de fotografar no formato RAW, com o Mavic 2 entregando fotos em resolução maior em razão do seu sensor maior.

Os modos de vídeo são sensacionais para você explorar sua criatividade, como o modo activetrack, que permite a você mandar o drone seguir você (em linha reta ou orbitando ao seu redor). Uma novidade do Mavic 2 e Zoom é o modo Hyperlapse. No vídeo abaixo, que fiz por São Paulo, eu faço um hyperlapse da ponta estaiada ao final. Deem uma olhada e comentem no vídeo lá no Youtube o que vocês acharam:

O Mavic Zoom, como o nome já entrega, possui a funcionalidade de zoom diretamente no controle, e isso me ganhou pela possibilidade de fazer imagens próximas sem perder qualidade e também pelo achatamento de plano, que é outro efeito legal.

Você encontra as especificações completas no site da DJI.

O Mavic Zoom sai por R$9.087 na versão simples / R$ 11.332 na versão Fly More Combo.

O Mavic 2 sai por R$ 10.909 na versão simples / R$ 12.899 na versão Fly More Combo.


Melhor drone para viagem – DJI Mavic Air

Mavic Air Drone para Viagem

O Mavic Air não poderia faltar na lista dos melhores drone para viagem. Ele tem basicamente metade do peso do Mavic 2 (pesa 430 gramas) e o tamanho impressiona.

Segundo as especificações do site da DJI, o Mavic Air tem autonomia de 21 minutos e uma distância horizontal de 4 km. Na vertical, o limite de segurança é de 500 metros.

O sensor da câmera é do mesmo tamanho do sensor do Mavic Zoom, com o mesmo tamanho de 12 megapixels. O Mavic Air também filma em 4K (30fps) e permite fotografia em RAW.

Existem vários modos de voo que ajudam demais no seu processo criativo. Veja abaixo o vídeo de lançamento do Mavic Air para você ter uma ideia das funcionalidades:

Se você não tem grana para investir em algo da qualidade do Mavic 2, pode ir com fé no Mavic Air que você ainda terá uma qualidade de imagem fantástica para seus vídeos e fotos. Acho que o Mavic Air é o melhor drone na relação custo benefício.

Você encontra o Mavic Air na versão simples por R$ 4.799 / Fly More Combo por R$ 5.349.

Melhor drone para viagem – DJI Spark

DJI Spark Drone para Viagem

O Spark é outro drone fantástico da DJI, e ele deve estar em todas as listas de melhor drone para viagem. E você logo vê o motivo.

O bichinho é muito pequeno e cabe facilmente no seu bolso, sendo certamente o melhor no quesito tamanho. Dá para dizer que o Spark é o menor drone que você pode comprar (considerando um certo nível de qualidade de imagem e funcionalidades). Veja abaixo um comparativo de tamanho entre o Spark, o Mavic Air e o Mavic Pro:

Basicamente, ele é menor que a metade do Mavic 2, e pesa apenas 300 gramas. A autonomia de voo é de 15 minutos.

Dá uma olhada no vídeo de lançamento abaixo que mostra algumas das funcionalidades do Spark, como controle de gesto com a palma da mão, sensor de obstáculos, a possibilidade de controle apenas pelo celular (nesse caso você tem algumas limitações de distância se comparado com o voo com controle – pra ser sincero, é uma grande limitação, eu não compraria sem o controle), dentre outros.

Melhor ainda! Se você fala inglês, dá uma olhada nos reviews do Casey Neistat, que fez um comparativo com o Mavic Pro, fora os rolê de Ferrari no primeiro vídeo (ok, a Ferrari não tem nada a ver com o drone). Coloquei abaixo os dois reviews que ele fez, um da versão protótipo e outro da versão final:

Diferente dos outros dois que listei aqui, o sistema de estabilização do Spark trabalha com um gimbal de 2 eixos, o que é inferior ao tradicional sistema de 3 eixos usados na maioria dos drones com estabilização. Ainda assim, você verá um trabalho muito bom de estabilização mecânica da imagem.

O sensor da câmera do Spark é do mesmo tamanho do Zoom, fotografando em 12 megapixels. Contudo, você não consegue fotografar em RAW, e sim apenas em JPEG.

No vídeo, a única opção que o Spark dá é de full HD – 1080p (não filma em 4K) em 30 fps, o que é relativamente inferior aos demais drones que listei aqui.

Por outro lado, as limitações também trazem um preço muito acessível para um drone deste tamanho e com essa qualidade. Você encontra o Spark na versão Fly More Combo por R$ 2.970.

Cadastre seu e-mail para receber as dicas de viagem e fotografia do GetOutside.

5 thoughts on “Qual o melhor drone para viagem

  1. Pingback: Devo comprar baterias genéricas para GoPro? - GetOutside

  2. Pingback: Qual a melhor configuração de vídeo com GoPro - GetOutside

  3. Pingback: As melhores câmeras para viagem em 2019 - GetOutside

  4. Pingback: Os melhores acessórios para GoPro em 2019 - GetOutside

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.