Os posts da minha trip para Bolívia e Peru, em 2013, são os mais acessados aqui do blog. Muitas das perguntas que eu recebo, seja nos comentários ou por e-mail, dizem respeito ao roteiro que fiz, quantos dias são necessários, se eu recomendo esse ou aquele passeio, etc.

Assim, resolvi unir num único post o roteiro que eu fiz, com dicas de onde ficar, onde comer, como chegar, o que fazer, entre outras informações importantes.

O mapa abaixo mostra o trajeto que percorremos, com algumas ressalvas (Santa Cruz – La Paz fizemos de avião, por exemplo).

Como falei acima, esse foi o roteiro que eu decidi fazer, mas certamente existem tantas outras coisas a serem feitas e cidades a serem visitadas pela região, como o Salar de Uyuni, Arequipa, etc.

Você já segue o blog no Instagram? Clique aqui e diga o que você acha das minhas fotos.

Em meu roteiro, as seguintes cidades foram visitadas: Santa Cruz de La Sierra, La Paz, Copacabana, Isla del Sol, Cusco, Pisac, Ollantaytambo, Chinchero, Santa Maria, Santa Tereza, Aguas Calientes, Machu Picchu.

Dia 1

Resumo do dia: Dia em Santa Cruz, ida para La Paz no fim do dia.

Nossa porta de entrada foi Santa Cruz de La Sierra. De lá, partimos para La Paz, em um voo da BoA, companhia aérea estatal da Bolívia.

Antes de partir para La Paz, tivemos algumas horas em Santa Cruz e aproveitamos para conhecer o centro da cidade. Honestamente, não gostei muito do que vi, então não recomendaria incluir Santa Cruz em um roteiro pela região.

Porém, se você estiver de passada por lá e estiver com algumas horas sobrando, por que não?

Pegue um ônibus exatamente na porta do aeroporto e informe ao motorista que você quer descer no centro da cidade. O ônibus custa 6Bs por pessoa e leva em torno de 40 minutos. O aeroporto possui um serviço de locker para guardar sua mala que custava, na época, 50Bs.

DSC_0028

Antes de sair do Brasil compramos as passagens de ida e volta Santa Cruz – La Paz pelo site da BOA. O processo foi normal, do jeito que estamos acostumados a fazer em qualquer cia aérea brasileira. Os aviões eram antigos, mas o serviço de bordo muito bom.

Dia 2

Resumo do dia: Ônibus de La Paz para Copacabana pela manhã, chegada em Copacabana e ida para Isla del Sol. Trilha Norte-Sul na Isla del Sol e pernoite.

Nosso pernoite do dia 1 para o dia 2 foi no Loki Hostel, em La Paz. Contudo, só conheceríamos La Paz na volta.

O Loki é uma rede de hostels muito conhecida na América do Sul e certamente um lugar muito alto astral para quem quer se divertir e conhecer novas pessoas. Se você reservar por esse link AQUI, eu ganho uma comissão e você não paga nada a mais por isso (Obrigado!!)

Na manhã do dia 2, partimos de La Paz de ônibus para Copacabana.

O trajeto La Paz – Copacabana foi comprado antes de sairmos do Brasil, pelo site da Kanoo Tours. Na realidade o trajeto que compramos foi La Paz – Cusco (preço de USD 36 – Dólares!), com uma parada de um dia em Copacabana / Isla del Sol. O ônibus sai às 07h30 da manhã e pega você direto no hostel, chegando em Copacabana no início da tarde.

Na chegada em Copacabana nós já compramos o ticket e partimos para a parte norte da Isla del Sol.

Isla del Sol

Na Isla del Sol, fizemos a trilha do norte para o sul e pernoitamos no sul da ilha.

Para dicas sobre Copacabana e Isla del Sol, acesse o post que fiz sobre minha passada por lá.

Dia 3

Resumo do dia: Ida de barco da Isla del Sol até Copacabana, manhã e tarde livre em Copacabana, ônibus noturno de Copacabana para Cusco no fim do dia.

Logo pela manhã saímos da Isla del Sol e passamos o dia em Copacabana. A cidade é pequena, então um dia é o bastante para conhecer o básico.

Aproveitamos para conhecer a Igreja de Nossa Senhora de Copacabana, uma das mais importantes da Bolívia, e principalmente rodar pelas ruas da cidade. Em Copacabana a grande atração, na minha opinião, é o povo local.

Copacabana

Nosso ônibus saiu para Cusco ás 18h30.

Dia 4 e 5

Resumo: Chegada em Cusco logo cedo na madrugada, dia livre em Cusco e passeio de um dia no Vale Sagrado. 

Chegamos de Copacabana no meio da madrugada e fomos direto para o Loki Hostel, em Cusco. Dormimos por algumas horas e passamos o dia livre em Cusco. Aproveitamos para caminhar pela cidade e conhecer alguns dos seus pontos turísticos localizados no centro da cidade, como o Mercado de San Pedro, a Plaza de Armas, o Museu Inka, a região de San Blás, Qorikancha, dentre outros.

Para maiores informações, acesse o post que fiz com uma lista de 8 coisas que você deve fazer em Cusco.

Se você está planejando uma viagem a Cusco, recomendo uma lida no post que preparei com as melhores hospedagens em Cusco divido por categoria.

Cusco

No dia seguinte aproveitamos para fazer o passeio ao Vale Sagrado dos Incas. Contratamos o passeio junto à agência de viagem do Loki Hostel. O passeio leva 1 dia apenas, passando pelas ruínas e mercado de Pisac, as ruínas e a cidade de Ollantaytambo, almoço na cidade de Urubamba e uma visita a um local onde é feita a coloração de fios de lã e algodão que são utilizadas nas vestimentas tradicionais do povo peruano, em Chinchero.

Para informações sobre preços, acesse o site da Loki Travel clicando aqui. Acesse também o post que fiz sobre o passeio ao Vale Sagrado, onde você vai encontrar mais detalhes e fotos do passeio.

Dia 6 a 9

Resumo: Inka Jungle Trek até Machu Picchu, saindo e chegando em Cusco.

Do dia 6 ao 9 fizemos a trilha até Machu Picchu, que também contratamos junto à Loki Travel.

No primeiro dia você sai muito cedo de Cusco até Abra Malaga, onde inicia o trajeto de 70 de bike montanha abaixo até Santa Maria, onde o grupo pernoita numa casa no meio da mata.

O segundo dia é todo de trilhas no meio da mata, morro acima e morro abaixo de Santa Maria até Santa Tereza.

No terceiro dia o grupo parte de Santa Tereza até Aguas Calientes, cidade base de Machu Picchu. Logo pela manhã o grupo faz tirolesa e, depois do almoço na hidrelétrica de Santa Tereza, começa a caminhada pelos trilhos que levam até Aguas Calientes.

O quarto e último dia começa bem cedo, com uma caminhada íngreme e intensa de Aguas Calientes até Machu Picchu. Existe a possibilidade de subir de ônibus para quem não estiver disposto a encarar a caminhada. No fim do dia o grupo retorna de trem/van até Cusco.

Para maiores informações e fotos, acesse o relato que fiz sobre a trilha até Machu Picchu clicando aqui.

Dia 10

Resumo: Dia livre em Cusco

Aproveitamos o dia livre em Cusco para fazer uma tatuagem, lavar as roupas que voltaram da trilha pra Machu Picchu e dar uma última volta pela cidade.

No fim do dia, pegamos um ônibus de Cusco para La Paz. Esse trajeto nós compramos na Loki Travel, e retiramos as passagens direto na rodoviária de Cusco.

Dia 11 a 14

Resumo: Ficamos todos os dias em La Paz

Chegamos em La Paz no final da manhã e fomos direto para o hostel Wild Rover, onde ficamos hospedados.

Eu queria muito ter feito o downhill na Estrada Mais Perigosa do Mundo, mas meu joelho não permitiu.

Assim, em La Paz nós aproveitamos para rodar pelo Mercado de las Brujas e arredores, pelo Vale de La Luna, Mirador Kili-Kili, dentre outros.

Para maiores informações, acesse o post que fiz com 5 coisas para se fazer em La Paz.

Dia 15

Último dia, hora de arrumar as malas e voltar pra casa.

Nosso voo saiu de La Paz com destino à Santa Cruz de La Sierra, de onde pegamos nosso voo de volta para o Brasil.

Qualquer dúvida que tiverem, fiquem à vontade para comentar abaixo ou mandar por e-mail que respondo todas no mesmo dia.

Se você estiver precisando de seguro viagem, sugiro que deem uma lida no post que fiz sobre o melhor seguro de viagem de aventura.

Se esse post te ajudou de alguma forma, curte e compartilha clicando nos botões abaixo. É de graça e fará um blogueiro muito feliz!

44 COMENTÁRIOS

    • Parabéns pelo blog e estilo de vida. Acabo de comprar uma passagem para Santa Cruz inspirado em sua viagem. Só que tenho apenas 07 dias (06 a 13/10/2015), e a única coisa certa é que vou fazer a Inka Jungle Trek. Agradeceria muito se me desse uma luz pois é minha primeira viagem e vou só, com minha cara/coragem e fé em Deus. desde já agradeço.

  1. Qual empresa de ônibus vc pegou para Cusco? Estou pensando em fazer uma viagem por Bolívia e Peru, e de ônibus está saindo mais de R$1.000 pra cada pessoa. Adorei o post, ótimas fotos, da mais vontade de conhecer. <3

      • Oi, Alessandro!!!
        Vou fazer um roteiro parecido com o seu! E adorei as informações do seu relato! Minha dúvida é… olhei o site que vc postou aqui da Kanoo Tours e parece q tem um bus q faz La Paz – Cusco direto! NO seu relato vc disse q para em Copacabana… sabe me dizer se tem essa opção direto mesmo?!?! Pra mim só interessa se for assim pq preciso estar o mais rápido possível em Cusco para fazer a trilha de Salkantay! 🙂

        • Oi Luciana, que bom que vc gostou! Quando eu fui o ônibus fazia uma parada para pegar passageiros em Copacabana e já seguia viagem. Eu fiquei em Copacabana nessa parada, mas o ônibus seguiu direto pra Cusco. É bom confirmar com eles via e-mail, mas essa empresa é bem confiável! Abs

  2. Alessandro anotei todas as dicas. Sou mochileiro de primeira viagem para fora do Brasil. Tenho algumas perguntas:
    a. Vc tem uma planilha com os custos desse seu roteiro? Só pra ter uma base.
    b. Vc levou dólar em espécie, real. VTM, cartao crédito? Onde é melhor fazer o câmbio? Dúvidas rsrssr
    c.. Tenho um esboço de roteiro vc pode dar um palpite do que acha — Sucre, Uyuni, Salar, La Paz, Copacabana, Arequipa, Cusco, Lima (15 dias) será que é viável?
    Valeu pela força e parabéns pelo relato.

    • Fala Marcelo, vamos lá, vou tentar te ajudar.

      Infelizmente não tenho uma planilha dos custos, mas dando uma olhada nas minhas anotações, acho que foi algo em torno de R$2.500, excluindo as passagens de avião.

      Sobre grana, levei Dólar em espécie e também usei cartão de débito para sacar e VTM (na época o IOF era 0,38%). Na Bolívia, troquei uma pequena quantia no aeroporto de Santa Cruz e depois em uma casa de câmbio indicada pelo pessoal do Wild Rovers. Em Cusco, paguei praticamente tudo usando o VTM. Pelo que lembro, troquei um pouco de dólar no próprio Loki, mas não lembro a cotação da época.

      Sobre o seu roteiro, vai ser bem corrido! Se você ficar somente 2 dias em cada lugar já vai dar 14 dias, isso sem contar dia dos voos que não é bom ter qualquer atividade. Talvez você tenha que fazer alguns cortes aí, mas tudo depende do seu deslocamento e de quanto você quer aproveitar cada lugar. Você vai se deslocar internamente de ônibus ou avião? Se for de ônibus você vai perder algumas boas horas na estrada.

  3. Olá, Alessandro, tudo bem?
    Achei bem legal o post da tua viagem, pretendo fazer algo parecido, mas ao contrário, hehehe…

    A ideia é sair de SP dia 12/05 para Cusco, eu e uma amiga, e fazer Machu Picchu, o passeio de 3 dias, por Aguas Calientes e subindo na Huayna Picchu. Serão apenas 3 dias, pois no dia 16 devemos encontrar outra amiga em Lima.

    Daí, a ideia é alugar um carro e descer pela costa, passando por Ica e Arequipa, onde devolveríamos o carro. A próxima parada seria em Copacabana, indo até Isla del Sol. Depois seria La Paz, de onde partiríamos pra Uyuni fazer o passeio no Salar.
    Pretendemos voltar por Santa Cruz, no dia 29 ou 30 de maio, o que daria 14 ou 15 dias, após sair de Lima. Acha possível? Alguma sugestão?

    Ainda não dividimos muito bem os dias nessa viagem de carro, mas considerando os 3 dias no salar, teríamos 11 dias para fazer o trajeto Lima/Ica/Arequipa/Copacabana/La Paz/Uyuni.

    Estou começando a achar que será muuuito corrido.

    Desde já, agradeço qualquer dica.

    • Oi Jocelaine, que bom que você gostou. Até dá para fazer sim, mas vai ser bem corrido, viu? Você vai percorrer uma grande distância nesse seu trajeto, então tente viajar à noite para não perder tempo, pelo menos quando estiveres viajando de bus. Não aconselho você a dirigir à noite. Se você puder ficar mais uns 3 dias talvez fosse o ideal, ou cortar alguma coisa do seu roteiro infelizmente.

  4. Boa noite Alessandro,
    Realmente seus posts são objetivos e claros, além de estar prestando um serviço para os louco aventureiros, parabéns.

    Farei minha primeira viagem por Peru/Bolívia agora em maio/15.

    A unica coisa que tenho de certeza é data de ida e volta (07/05 a 21/05) chegada e retorno a São Paulo, por Lima.

    Tenho um roteiro feito de forma bastante cru ainda e sem conhecimento sobre se será possível realizá-lo ou não, pode me ajudar com algumas dicas?

    Ideia inicial:
    07/05 – Lima
    09/05 – Nazca
    11/05 – Cusco
    15/05 – La Paz
    17/05 – Solar Uyuni
    19/05 – La Paz (ate aqui tudo viajando de ônibus a noite)
    depois pegaria um voo de La Paz retornando a Lima, para retorno a São paulo no dia 21/05.

    Muito arriscado?

    Obrigado pela atenção e ajuda!!
    #MochilaeMúsica

    • Victor, desculpa a demora em responder, estou na Índia e só consigo internet de vez em quando. Em primeiro lugar, muito obrigado pelos elogios! Cara, acho que seu roteiro está excelente e é plenamente possível. Você terá um trabalhinho aí para fechar os deslocamentos, mas nada demais. Tente pegar ônibus leito se seu budget permitir. Eu peguei um leito de Copacabana para Cusco e dormi na boa. É uma grana a mais, mas você chega disposto no seu destino e não perde aquele dia dormindo. Você vai fazer alguma trilha para Machu Picchu?Abraço!

      • Alessandro,
        Obrigado pelo retorno e uma viagem pela Índia deve ser muito especial heim…
        Enfim, estava desconfiando que não daria para fazer meu roteiro, mas após sua resposta vou buscar informações sobre os deslocamentos internos e arriscar cumpri-lo.
        sobre a trilha de Machu Picchu eu não conheço.
        Tudo que leio é basicamente orientações sobre o trem que parte bem cedo, ingressos e uma escalada já na vila de Machu Picchu.
        Você tem informações sobre essa trilha? Me parece bem interessante.

        Obrigado, aproveite a Índia e conte as novidades no blog.

        abraço
        Victor

        • Victor, pensei que tinha respondido seu comentário, mas só hoje consegui achar uma internet boa e estou respondendo alguns comentários do blog. Eu fiz a trilha para Machu Picchu, mas não a trilha inka clássica, e sim uma chamada Inka Jungle Trek. Segue o link: http://getoutside.com.br/machu-picchu/. Basicamente, você pode ir de trem até a cidade base de Machu Picchu (que se chama Águas Calientes) e de lá subir andando ou de ônibus. Já a trilha que comentei no meu post inicia em Abra Malaga e vai até Águas Calientes, com trajetos de bike e caminhada. Abraço!

  5. Vitor adorei a sugestão de roteiro.
    Estou programando ir em Junho. Chegou a pesquisar algum coisa? Em relação a deslocamento? Podíamos trocar uma idéia…
    E Alessandro, acha viável fazer esse roteiro incluindo a trilha inca de 4 dias?

    Abraços
    Alana

  6. Olá Alessandro! Gostaria de agradecer as dicas e ideias que você, através do getoutside, me deu. Aproveitei o máximo de Cusco e MP. Fiz a viagem em 8 dias (que tinha de férias) e comemorei meu aniversário subindo MP, depois da Inca Jungle Trek. (by the way, muito legal tbm). Ou seja, me inspirei em todo o rolé que vcs deram e me diverti horrores! haha Muito obrigada! Continue nos “iluminando” com seus roteiros. Abraaaaaaços, Simone.

    • Olá Simone!!! Estou lendo que vc fez a sua viagem por esses dias e vou fazer uma bem parecida em setembro. Também quero fazer esta INCA JUNGLE TREK e queria saber se tem que reservar antes, se esta trilha eu consigo entrar na cidade de Machu Picchu e também na Huyana Picchu (li em algum lugar que só é possível apenas 400 visitantes).
      Obrigada antecipado. (Também sou geminiana, meu aniversário foi dia 17 de junho)

  7. Olá Cinthya!! Feliz Aniversário atrasado então.. rs Olha, eu reservei todos os passeios que fiz antes, pelo site do Loki Hostel. Eles têm uma agência de viagem lá dentro, portanto, mesmo que você não se hospede lá, você pode reservar todos os passeios com eles. É o seguinte, ao solicitar sua reserva, eles enviam um formulário pro seu e-mail, lá você vai ter opção de marcar qual montanha você vai subir (se MP ou Huyana Picchu), além de marcar se vai fazer a Trilha de 3 ou 4 dias, se é vegetariana ou não, se vai fazer a Tirolesa ou não, e o horário do trem de volta. Tudo isso já fica agendado! Enfim, eu escolhi subir MP. Você está com uma antecedência boa para agendar sua subida, não precisa de preocupar. Ao optar pelo passeio você já tem direito a entrar na cidade de MP e ai é só escolher com montanha vai subir (pro pacote ficar completo). Eu marquei minha viagem do nada, em 2 semanas decidi tudo, agendei e fui. Então acho que você tem um tempo bom pela frente. Boa Sorte e divirta-se!!!

  8. Voltei nos posts de 2013 e vi que você viajou em fevereiro de 2013 (verã0). Estou programando uma viagem para janeiro de 2016 (Bolívia – Peru), mas tenho visto muitos comentários falando dos riscos da temporada de chuva. Gostaria de saber da sua experiência, se houve algum perrengue por conta da chuva, se vale a pena arriscar, se realmente chove muito e enfim… Muito obrigada!

    • Ana, eu talvez tenha dado sorte, pois peguei pouca chuva, mas, de fato, a época é de chuvas na região e a Trilha Inca Clássica inclusive fecha em fevereiro, se não estou enganado. Apesar de não ter pegado dias inteiros de chuva, o tempo estava quase sempre feio e chovia praticamente todo dia (mas por pouco tempo). No meu caso não atrapalhou a viagem, mas eu fui preparado para que isso acontecesse. Me preparei para pegar chuva na trilha, e teve um dia apenas que peguei muita água. Eu posso ter tido sorte de não ter pegado muita chuva, então eu concluiria que é arriscado sim, e se você puder evitar, melhor.

      Se vocÊ não puder evitar, vá preparada pra chuva, tanto em termos de roupa, mochila e bota, como mentalmente!

      Espero ter ajudado!

  9. Bastante interessante seu relato Alessandro. Fiz quase o mesmo roteiro em março de 2014. só que fui via terrestre de Santa Cruz de La Sierra até Cusco, passando por Cochabamba e La Paz. Santa Cruz e Cochabamba não possuem muitas atrações turísticas e, falta higiene e são perigosas para o turista. Não vale a pena. Agora, em La Paz, quem curte, vale a pena descer a estrada da morte de bike. Fiz a descida – muito bom. Fui a Cusco mas por Desaguadero, não passei por Copacabana, mas creio ser também uma boa opção, sobretudo nos restaurantes (em Julica e Puno – já no Peru) que servem as deliciosas trutas pescadas no Lago Titicaca. Quanto a Cusco e M. Picchu é como descreve. estarei de volta em out/2015. abraços

  10. Boa noite Alessandro!

    Amei suas dicas para começar… Em junho farei minha primeira viagem sozinha então meio que estou surtando rsrsr
    Pensei nos lugares que gostaria muito de ir: Bolivia e Peru (De Corumbá a Puerto Quijarro, pegar o trem até Santa Cruz de La Sierra, de lá para La Paz e depois o Salar. De volta à La Paz para Puno, depois Cusco e depois Machu Pichu e voltar pela rota mais barata ou esticar até Lima.), mas estou completamente perdida em me organizar!

    Qualquer ajuda é mega bem vinda!
    Grande Abraço, Keith

  11. Adalberto boa noite,estou vendo e lendo seu roteiro,achei muito interessante,pois estive em uyuni e machu pichu em 2011.
    Com roteiro bem diferente,quero voltar com minha esposa que ela não conhece só por comentários meus.Fiquei 15 dias também. Vocês pode passar para mim algumas novidades do seu roteiro para mim. Se for possível.

  12. boa noite meu bom, parabéns pelo seu blog, peguei bastante dicas.
    eu vou esse ano para bolivia e peru. com grupo de 8 pessoas.
    vamos de bus, para la paz, vamos ficar 3 dias.
    de la paz vamos para cusco de bus tambem.
    eu queria uma informação, a cidade santa cruz de la sieera, tem aviao barato para la paz ?
    as passagem rodoviaria vc comprou na hora ?

    att: luiz antonio

  13. Ola Alessandro, procurando informações sobre países da America Latina encontrei o seu roteiro. Gostaria de saber qual a melhor época do ano para o roteiro sugerido acima? Tenho um grupo de amigos que viaja sempre, no momento estamos indo para o Marrocos. Porem gostaria de saber se é viável fazer o roteiro sugerido por você alugando um carro e dividindo por quatro. Vi que fez um trecho de avião, é perigosa a estrada? Conheço vários países e alguns não recomendaria ir sozinha enqunto sexo feminino. O que me diz do Peru e Bolívia, sozinha ou com alguma amiga mulher? O marrocos por exemplo vamos em 4, duas mulheres e dois homens. Fui há algum anos atrás e o assedio é constante, incomoda, podendo ser perigoso em alguns lugares mais distantes. Bem, aguardo sugestões. att. Lila

    • Lila, dezembro a fevereiro é época de chuvas na região. Porém, eu fiz em fevereiro e não tive muitos problemas.
      Sobre viajar de carro, acredito que não é muito comum. Eu fiz de ônibus e achei as estradas ok até, conheço pessoas que fizeram de carro, então acho viável sim, apesar de não me parecer muito usual as pessoas fazerem isso por lá.
      Sobre segurança para mulheres viajarem sozinhas, acho que o perigo lá é como em qualquer outro país sul americano. Certamente não tão perigoso como a Índia ou países muçulmanos (como o Marrocos), mas não é o lugar mais seguro do mundo.
      Qualquer dúvida é só escrever aí. Abs!

  14. Alessandro boa tarde, belas dicas adorei, estou querendo ir para BOLÍVIA, PERU, agora em meados de agosto e setembro, tem algum lugar que eu encontre futuros mochileiros que estejam querendo fazer a mesma rota ? O trem da morte ele sai de Quijarro e vai ate águas calientes, não e uma boa ideia ? A GRANA E CURTA , sera que compeça ir de bus, sera que e uma boa época ?

    • Carlos, acho que o melhor lugar seja o fórum http://www.mochileiros.com, dá uma pesquisada lá! Sobre ir de trem de Quijarro até Aguas Calientes ser uma boa ideia, acho que deve ser uma trip sensacional, mas aí depende de tempo, grana, o que você quer ver no caminho, etc. Resumindo, depende de cada um! Sobre ir de ônibus, você está falando saindo de onde e indo até onde? Ainda que ônibus seja uma opção em conta, você tem que considerar também tempo que você tem e o que você quer conhecer. Muito tempo de estrada pode tirar seu tempo de conhecer alguns lugares, mas se tempo não é problema certamente o ônibus é uma das opções mais em conta para viajar na região. Abs!

  15. Olá, adorei o blog.
    Estou indo para peru e bolivia em janeiro e precisava de uma dica.
    Começaremos o trajeto pela bolivia e terminaremos em cusco, o problema é que a passagem de avião da volta está muito cara!!! Encontramos a possibilidade de pegar um voo saindo de santa cruz de la sierra. É possível ir de cusco para sta cruz de la sierra de onibus??? Sei que é bem longe, mas nao temos como ir de avião pelo preço da passagem. O que pode me indicar? Obrigada

    • Oi Julia, que bom que gostou do blog.
      Você tem como ir de ônibus de Cusco para Santa Cruz, mas o trajeto é, de fato, bem longo. E se você pegar um voo de La Paz para Santa Cruz? Eu fiz esse trajeto na minha viagem, você pode comprar passagens por empresas locais, talvez saia em conta. Nesse caso, você pegaria um ônibus de Cusco até La Paz e voaria de La Paz para Sta Cruz. O que você acha?

  16. Olá, que legal o seu blog.
    Estou fazendo o meu roteiro e gostaria de saber qual empresa de ônibus oferece o trajeto Copacabana- Cusco Direto.
    Se Você tiver o contato melhor ainda. Compra na rodoviária de Copacabana mesmo?

    Obrigada!

  17. Olá, adorei seu blog e seu estilo de vida!

    Gostaria de saber se pra algum desses destinos é necessário ter passaporte (para brasileiros). Acredito que não precisa, mas no link do Loki que vc disponibilizou, eles colocam o passaporte como um dos itens necessários aí fiquei na dúvida. Desde já, obrigada 😀

DEIXAR UMA RESPOSTA

Coloque seu comentário
Coloque seu nome