O Valle de La Luna foi o primeiro passeio que fiz quando cheguei em San Pedro de Atacama. É uma boa opção de primeiro passeio, pois fica no nível de altitude de San Pedro e a proximidade faz com que ele não seja um passeio cansativo já no seu primeiro dia.

Além disso, por sair normalmente a tarde, você pode chegar pela manhã em San Pedro, reservar todos os passeios, visitar agências, etc e fazer ele logo na tarde do primeiro dia.

O Valle de La Luna fica a apenas 4 km de San Pedro e é um dos passeios tradicionais e mais visitados pelos turistas.

Leia também:
Deserto do Atacama – Tudo o que você precisa saber
Qual a roupa recomendada para a neve
Qual o melhor seguro de viagem para aventura

Os Geysers del Tatio no Deserto do Atacama

Como contei no post que fiz com tudo o que você precisa saber sobre o Deserto do Atacama, fiz esse passeio com a agência Grado 10, incluído no pacote de três passeios que fechei com eles. Em razão da proximidade de San Pedro, contudo, você pode fazer esse passeio de bicicleta, alugando uma bike em San Pedro e seguindo até lá.

Você já me segue no Instagram? Tirei umas fotos muito doidas do Deserto do Atacama, clica aqui e dá uma olhada lá!

O passeio inicia às 16h, e na primeira parte você vai visitar o Valle de La Luna e terminar o dia na pedra do Coyote, para assistir ao pôr do sol.

O Valle de La Luna

Para chegar ao Valle de La Luna, você deve passar pela entrada do parque e pagar um ingresso (não incluso no valor do passeio) de 3.000 pesos por pessoa.

O Valle de La Luna fica dentro da Reserva Nacional Los Flamencos, mais precisamente na Cordilheira de Sal, que lembra muito a superfície lunar (dizem, ainda não estive na lua).

A primeira parada é na formação rochosa conhecida como as três marias, que você vê na foto abaixo. Essa formação foi batizada assim por um sacerdote jesuíta chamado Gustavo Le Paige, um estudioso e pesquisador da cultura atacameña.

Valle de La Luna - Tres MariasDepois das Tres Marias, fizemos uma outra parada onde subimos um pequeno monte para ver a vista do vale lá de cima. É algo que você tem que fazer, pois a vista do Valle de La Luna lá de cima é impressionante.

A terceira parada após essa pequena subida ao monte foi em um local onde existe uma pequena caverna, não muito recomendável aos claustrofóbicos.

Você entra por um corredor bem estreito e vai caminhando rocha a dentro e o caminho vai ficando cada vez mais estreito. Em determinados momentos você terá que praticamente engatinhar para passar. As formações rochosas são bem curiosas, o que vale a visita. Um post legal sobre essa “caverna” é o post da Katarina, do Outro Blog.

Valle de La LunaDepois dessa parada fomos até um local alto onde fica a Pedra do Coyote, para assistir ao pôr do sol vendo o Valle de La Luna lá de cima.

A Pedra do Coyote é uma formação tradicional de San Pedro, muita gente para para tirar foto por lá. No dia que fiz esse passeio era também o primeiro dia de lua cheia, que nasceu praticamente junto com o por do sol, o que me rendeu fotos incríveis.

Deserto do Atacama - Valle de La LunaO Valle de La Luna é um passeio que você definitivamente não deve deixar de fazer em sua passada pelo Deserto do Atacama.

Abaixo a galeria de fotos que tirei por lá!

Se o post te ajudou de alguma forma, curte e compartilha clicando nos botões abaixo!

Se quiser ver os posts da minha viagem ao Atacama, clique aqui.

Não esquece de seguir o blog no Instagram para curtir as fotos que tirei lá no Atacama! Clica aqui.

 

8 COMENTÁRIOS

DEIXAR UMA RESPOSTA

Coloque seu comentário
Coloque seu nome