Fiquei encantado com a cidade de Cusco. A arquitetura que confunde construções incas e coloniais, muros e casas feitas de barro, as ruas estreitas, casas e prédios preservados e toda a atmosfera backpacker são características especiais, na minha opinião. Lembro de ter tido a mesma sensação quando estive em Edinburgo e também fiquei encantado com aquela cidade.

Muitos usam Cusco como uma base para a visita à Machu Picchu, mas a cidade tem tantos encantos que chega a ser um desrespeito não explorá-la. E para isso, nada melhor que caminhar, conhecendo os pontos turísticos mais famosos, mas também explorando alguns cantos não tão conhecidos dos turistas. Minha dica é: Pegue um mapa de Cusco no local onde você está hospedado, trace uma rota e saia caminhando por todos os pontos que você puder.

Se você está planejando uma viagem a Cusco, recomendo uma lida no post que preparei com as melhores hospedagens em Cusco divido por categoria.

Leia também:
Roteiro de 15 dias por Bolívia e Peru

Porque fazer uma trilha até Machu Picchu
Em dúvida se deve conhecer o Vale Sagrado? Não mais!

Cusco

Cusco é uma cidade com muitas atrações e fazer uma lista de coisas a serem feitas por lá é um tremendo risco. Sem sombra de dúvidas existem coisas muito interessantes que não estão na minha lista. Assim, aí vai outra dica: Não fique satisfeito só com a minha lista, leia bastante antes de ir a Cusco. De todo modo, acho que a minha lista é um bom começo (ou meio ou fim).

(Para ver as fotos que tirei em Cusco, clique AQUI)

1. Sente em um banco e curta a Plaza de Armas

A Plaza de Armas é a principal praça da cidade, onde estão localizadas a Catedral de Cusco, a Igreja da Companhia de Jesus, além de inúmeras lojas e restaurantes.

Você já segue o blog no Instagram? Clique aqui e diga o que você acha das minhas fotos.

Passar pela Plaza de Armas é inevitável, e sua caminhada pelos principais pontos da cidade certamente cruzará a Plaza inúmeras vezes. Muita gente passa por lá, visita as igrejas, lojas, restaurantes, tira fotos, é assaltado (sim, eu presenciei carteiras serem batidas por lá). Sente em algum banco da praça, assista ao agito dos turistas, vendedores ambulantes, veja situações inusitadas do dia a dia da cidade, tire fotos disso tudo. Além de sentar nos bancos da praça e observar tudo, também almocei um restaurante com vista para a praça (são várias as opções).

Plaza de Armas, Cusco
Plaza de Armas, Cusco

2. Caminhe sem destino pela região de San Blás

San Blás é um pitoresco bairro de Cusco, que tem nas suas ruas estreitas e na arquitetura as suas principais atrações. Inicie sua caminhada pela Plaza de Armas, caminhando pelas ruas cheias de lojas de artesanatos e chegando ao final à praça onde está localizada a igreja mais antiga de Cusco, construída em 1563. Vá entrando nas ruas e ladeiras que chamarem a sua atenção.

De San Blás certamente sairão umas das fotos mais bonitas de sua viagem.

San Blás, Cusco
San Blás, Cusco

3. Conheça Qorikancha

Esse templo foi o mais importante do império Inca. Dedicado ao Deus Sol, tem-se que o templo tinha paredes e muros cobertos de ouro.

Assim como fizeram na maioria dos templos Incas de Cusco, os espanhóis construiram uma igreja sobre o templo de Qorikancha. A sobreposição da arquitetura Inca e colonial é evidente e talvez esse seja o lugar que melhor ilustra esse contraste.

Hoje em dia, além de possuir algumas ruinas da época Inca, funcionam no complexo a Igreja e o Convento de Santo Domingo.

Para maiores informações, clique aqui e aqui.

Qorikancha, Cusco
Qorikancha, Cusco

4. Visite o Museo Inka

Localizado bem próximo à Plaza de Armas, o museu reúne uma enorme coleção de artefatos do período Inca, incluindo tecidos, múmias, peças em ouro, armas, cerâmicas, ferramentas e etc. É um lugar bom para se entender a história do império como um todo, sua abrangência geográfica, dentre outros aspectos.

Para maiores informações, clique aqui.

Museu Inka, Cusco
Museu Inka, Cusco

5. Rode pelo Mercado Central de San Pedro

Tradicional mercado de Cusco, é uma boa possibilidade de testemunhar o dia a dia dos Cusquenhos. O mercado de San Pedro é essencialmente um lugar dos locais, com muitas iguarias, comidas, bebidas e etc direcionados ao povo da cidade. É um lugar cheio de cores, excelente para fotos e o turista aqui é a minoria.

Mercado de Cusco
Mercado de Cusco

6. Suba no Arco de Santa Ana à noite

O Arco fico quase em frente ao hostel Loki, na rua Cuesta Santa Ana. É um lugar pequeno, que não está entre as principais atrações turísticas da cidade, apesar de sua importância histórica.

Acontece que de lá você tem uma vista muito bonita da Plaza de Armas e do centro de Cusco. É uma vista realmente muito legal durante o dia, mas ainda mais incrível à noite. De lá você irá tirar lindas fotos noturnas da cidade, como essa aí de baixo:

Cusco
Cusco

7. Fique hospedado em um lugar com um bom astral

Bom astral é muito subjetivo, mas quando escrevo esse item eu estou pensando no conceito “party hostels”. Albergues com pessoas de tudo que é lugar do mundo, com bares dentro dos hostels onde rolam festas, jogos, muitos drinks e novas amizades. Eu fiquei hospedado no Loki e voltaria lá sem sombra de dúvidas. Um astral animadíssimo, boas instalações, excelente localização, restaurante dentro do próprio hostel e também uma agência de turismo para marcar os passeios pela região.

Outros exemplos de lugares como o Loki: Wild Rover e The Point (Obs: não conheci esses dois).

Um aviso que julgo importante: Se você considera o seu sono a coisa mais importante desse mundo (mais do que boas experiências), talvez ficar em um hostel como esse não seja a melhor opção. Lá a música e a conversa rolam até tarde.

Para reservar sua hospedagem no Loki, clique AQUI. Fazendo sua reserva através desse link (que direciona você ao Booking.com) você fará um blogueiro feliz, já que receberei uma pequena comissão caso você se hospede por lá, e você não pagará nada a mais por isso!

8. Faça uma tatuagem

Ok, isso é muito pessoal. Mas eu fiz e tudo foi tranquilo. Fazer uma tatuagem envolve muita coisa além de ideias e do preço. Mas no centro de Cusco existem alguns bons lugares que fazem tatuagem a um preço razoável. Depois da experiência que tive na trilha para Machu Picchu (leia o relato aqui), decidi que sairia de Cusco com uma lembrança além de souvenirs e fotos.

"...and know that the true worth of your travels lies not in where you come to be at the journey's end, but who you came to be along the way"
“…and know that the true worth of your travels lies not in where you come to be at the journey’s end, but who you came to be along the way”

Se esse post te ajudou de alguma forma, curte e compartilha clicando nos botões abaixo. É de graça e fará um blogueiro muito feliz!

80 COMENTÁRIOS

      • Alessandro, conheci seu blog hoje, e estou surpresa, muita coisa bacana… devo ir em maio pra Cusco, farei a trilha de salkantay, e confesso que estava morrendo de vontade de fazer uma tatuagem lá. Por favor, me informa qual o estúdio onde você fez a sua, porque pelo menos terei uma referência de higiene e segurança. Abs e parabéns pelo blog.

  1. Parabéns pelo relato, ótimas dicas para quem pretende fazer esta viagem. Obrigado pelas dicas, pretendo ir ao Peru no máximo em 2015, to pretendendo reservar 2 dias inteiros só para Cuzco, no terceiro partiria para Machu Picchu, seria o suficiente?

    • Igor, obrigado pelos elogios, fico feliz em ajudar!! Cara, vou te ser honesto, eu tentaria reservar no mínimo mais um dia para Cusco. Em 2 dias você vai conseguir fazer talvez as principais atrações, mas talvez você volte pra casa com uma sensação de que ainda faltaram muitas coisas para ver. Você não consegue um dia na volta de Machu Picchu talvez?

      Enfim, eu acho que Cusco merece 3 dias no mínimo, mas se isso não for possível, pesquise bem e faça valer esses dois dias que você terá por lá. No fim você vai querer voltar de qualquer jeito hehe

      Abração e qualquer coisa escreve aí!

  2. Dá pra fazer o roteiro: Templo do Sol pela manhã, Mercado Central de San Pedro pela tarde e Arco de Santa Ana no início da noite???? Quais os bairros desses pontos e como faço para me locomover de uma cidade a outra? Obrigada!

    • Oi Elis, todas essas dicas são para Cusco apenas, não há locomoção para outra cidade. É perfeitamente possível conhecer os pontos que você mencionou em um só dia. Na realidade você pode fazer tudo isso em uma tarde, se você tiver com pouco tempo.

  3. Outra dúvida: Dá pra fazer em um dia a Plaza de Armas (A Catedral e o Museu Inka ficam lá?) e depois passear pelo bairro San Blas? Fica pertinho da praça mesmo? Obrigada!!!!

    • Oi Elis, sim, penso que é possível fazer em um dia sim. A Catedral fica na Plaza de Armas e o Museu Inka fica a poucos metros da Catedral. Sobre San Blas, o bairro está bem próximo à Plaza sim, você pode fazer tudo caminhando. Para fazer tudo o que você mencionou, inclusive no comentário anterior, eu reservaria no mínimo dois dias, caso contrário fica muito corrido. Abraço!

  4. Eu já tô apaixonada por Cusco faz um tempo e teu post me deixou mais ainda! Chego lá no final de setembro, depois de passar pelo Chile e Bolívia. Devo ficar 4 ou 5 dias (isso se eu tirar 1 dia da estadia em Lima, haha)

    Quero dica de estúdio de tatuagem. Tenho certeza que vou acabar querendo marcar esse lugar na pele 🙂

  5. Olá! Primeiramente quero dizer que adorei seus posts! Irei com um grupo de amigos para Bolívia e Peru, temos apenas 15 dias, já contando os deslocamentos. Vamos sair de Corumbá dia 27/12 e precisamos voltar dia 09/01. Pensei em Corumbá-Santa Cruz-La Paz-Copacabana-Isla del Sol-Cuzco-Machu Picchu. Acha que dá tempo? Alguma dica de roteiro? Quero incluir a Inka Jungle mas não sei como. Desde já, obrigada pela ajuda.

    • Oi Mariana, que bom que você gostou do blog!!

      Respondendo sua pergunta, acho que dá tempo sim, mas vai ser meio corrido, porque a distância a ser percorrida será grande. Se você conseguisse mais uns 2 ou 3 dias ficaria bem mais tranquilo. Considerando o tempo que você tem, eu tentaria cortar Santa Cruz ou passar o menor tempo possível por lá. Passei um dia lá e não achei a cidade muito interessante.

      Eu ficaria 2 dias em La Paz, pegaria o ônibus bem cedo da manhã para Copacabana e, no mesmo dia, iria para a Isla del Sol para fazer a trilha Norte – Sul. Dormiria no sul da Isla e, no outro dia pela manhã, pegaria o barco de volta para Copacabana, passando o dia todo lá até pegar o ônibus de Copa para Cusco. Você chegaria em Cusco no meio da madrugada.

      A Inka Jungle Trek tem a versão de 3 e de 4 dias, se ficar muito apertado, faça a de 3 dias, mas eu recomendo a de 4 dias.

      Assim, você teria 2 dias em La Paz, 2 em Copa/Isla del Sol, 6 dias para Cusco/Machu Picchu. Se você conseguir aqueles 2 ou 3 dias extra, aí fique mais tempo para curtir Cusco.

      Qualquer ajuda que precisar, só escrever aí!

      Beijos!

      • OI BOA TARDE!!!ESTOU INDO PARA LIMA DIA 24/08-01/09.ESTOU QUERENDO CONHECER CUSCO,MACHU PICHU..QUE ROTEIRO VC ME INDICARIA EM LIMA,CUSCO E MACHU PICHU

        • Oi José Ricardo, não fui à Lima, então vou ficar te devendo essa. Sobre Cusco e Machu Picchu, acho que você terá pouco tempo pelo visto, então eu não faria a trilha para Machu Picchu, pegaria o trem e iria direto. Assim, você ficaria com mais alguns dias para explorar Cusco, e meu roteiro está descrito nesse post. Se você conseguir um tempo, faça o passeio de um dia ao Vale Sagrado também.
          Abraço!

  6. Olá Alessandro; Primeiramente parabéns pelo site e pelos relatos, sempre de grande valia. Gostaria de saber de alguns lugares confiáveis para se tatuar em Cuzco, sabe algum estúdio em específico? Abraços

    • Fala Gustavo, muito obrigado! Desculpa a demora em responder, estou viajando no momento! Já vou te pedindo desculpas também pela grande mancada de não ter guardado o nome do local onde fiz minha tatuagem, falha minha! Contudo, sei exatamente a rua, onde existem outros bons estúdios de tatuagem. O nome da rua é Calle Marquez, fica bem próxima à Plaza de Armas, e existem algumas galerias nessa rua que tem estúdios de tatuagem. Vc pode ir caminhando do Mercado San Pedro até a Plaza de Armas por essa rua! Aqui segue o mapa: https://goo.gl/maps/3UBvH.
      Abraço!

    • Oi Juliana, te peço desculpas, pois não guardei o nome do lugar onde fiz a tatuagem. Mas lembro exatamente do lugar, e nessa rua existem muitos outros estúdios. O nome da rua é Calle Marquez, bem próxima à Plaza de Armas. Se você caminhar do Mercado San Pedro até a Plaza de Armas por essa rua você verá vários estúdios de tatuagem! Aqui segue o mapa: https://goo.gl/maps/3UBvH

      Sobre a higiene, o estúdio que fiz (assim como os demais que visitei nessa rua) pareciam ter bastante cuidado com isso, nada diferente do que já vi aqui pelo Brasil!

      Beijos!

  7. Fala Alessandro, parabéns pelo blog e pelo post!
    Estive no Peru em julho e realmente tuas dicas são muito massa!
    Aproveito pra complementar sobre Lima: o bairro de miraflores e barranco são demais. Em barranco tem uma rua com vários pubs bem legais, que inclusive não cobram para entrar. Então a dica por lá é sair conhecendo pub a pub.
    Sobre Cusco, me arrependo de não ter esticado até as ilhas flutuantes, no Lago Titicaca. Quem foi diz que é demais!
    Por fim, indico o hostel Ecopackers também (http://www.ecopackersperu.com/). Ambiente show de bola e pessoas queridíssimas, fiz muitos amigos por lá.
    Excelente blog, vou seguir acompanhando.
    Abraços

  8. Cara… quantas lembranças! Excelente Post…

    Estive lá… Lugar demais e o astral nem se fala…
    Eu fiquei no The Point Hostal, muito bom… Inicialmente iria para o Loki, já que fiquei hospedado na passagem por La Paz… Mas, em Cusco, optei pela melhor localização do The Point…
    Não soube do arco de Santa Ana, uma pena… mas agora tenho motivos para voltar kkkkk

    Abraço cara!

  9. Boa noite Alessandro. Estou indo pra Macchu Picchu em 10 dias e preciso de uma dica preciosa: é possível pagar 1/2 entrada com a carteira internacional de estudante para quem tem mais de 25 anos? Tenho 38 e li alguns posts de turistas que conseguiram o desconto e outros não. Vc sabe me dizer? Obrigado

  10. Oi Alessandro!

    Vou ser clichê, mas que top seu blog!!!

    Estamos pesquisando Cusco como opção de levar meus sogros para conhecer Machu Picchu.
    Acredito, lendo seus comentários e dicas, que a cidade consegue atendê-los e a nós também (eu e meu namorado).
    Pensei em Novembro… Você saberia dizer qual é a melhor época para ir?
    E, se lá é uma boa cidade para meus sogros conhecerem, incluindo subir até Machu Picchu?

    Beijos.

    • Ana, muito obrigado pelo elogio! Peço desculpas pela demora, estava viajando.

      A cidade certamente consegue atender a todos, existem hotéis, bares e atividades para todo mundo. Dizem que a melhor época para visitar vai de abril a novembro, que é a época mais seca. Fevereiro é uma época muito difícil, pela grande quantidade de chuvas (justamente o mês que eu fui).

      Cusco é sensacional, seus sogros certamente irão adorar. A cidade é bem estruturada, pois recebe muitos turistas. Sobre ir a Machu Picchu, qualquer pessoa pode subir. Para os mais aventureiros tem a opção das trilhas, e para quem não gosta muito ou tá sem tempo, você pode ir de trem até Aguas Calientes, que é a cidade base de Machu Picchu, e de lá pegar micro-ônibus que sobem até a entrada da cidade de Machu Picchu.

      Se precisar de qualquer ajuda avisa aí!

      beijos!

  11. Olá… irei para Machu Pichu em setembro e vou fazer a trilha, quero muito fazer uma tatuagem, mas tenho receio dos lugares que tem por lá, enfim, você pode me indicar onde fez a sua? Obrigada

    • Oi Viviane, obrigado pelo comentário. Nos comentários acima tem o mapa do lugar onde fiz a minha, que fica numa galeria que tem vários estúdios de tattoo. Não sei exatamente o nome, mas dentro da galeria você encontra. Todas me pareceram bem limpas e boas!

  12. Ola Alessandro.

    Quantos dias vc recomenda para uma viagem, incluindo a trilha até machu picchu? E como são os preços em cuzco? rs… Consigo fazer uma viagem no modo economia? Valeu

    • Frederico, somente Cusco e Machu Picchu? Acho que uma semana seria o ideal, mas você pode fazer em 5 dias, só que vai ser bem corrido. Cusco tem preços bem acessíveis e hotéis e restaurantes para todos os bolsos, é uma cidade relativamente bem preparada para receber turistas. Você certamente consegue fazer bem econômico! Abs!

  13. Oi Alessandro, adorei suas dicas! Estou indo para Cusco dia 14/09 e o que me preocupa é o tal da soroche… Vou ficar somente três dias, sendo um em MP. O que fazer para amenizar os efeitos da altitude?

  14. Adorei suas dicas Alessandro, adoro dicas de coisas nada óbvias a se conhecer nos lugares! Cantinhos que muitas vezes significam tanto e que não são tão explorados! Viajo dia 14 entre Bolívia, Chile e Peru, e vou ficar no Loki em La Paz e achei uma boa dica ficar nele em Cusco também! Valeu!

  15. OLÁ, ALESSANDRO. ACABEI DE LER SEU BLOG – VOU AGORA EM 09/SET 15, APROVEITANDO AS DICAS DOS BLOGS DE VIAGENS INCLUO AGORA O SEU COM MEGAS DICAS BEM SIMPÁTICAS.
    GOSTARIA DE PERGUNTAR-LHE SE VC TEM A EXPERIÊNCIA DE IR DE ÔNIBUS DIRETO DA RODOVIÁRIA DO TIETÊ…É O QUE VOU FAZER; APESAR DE CANSATIVO, ESSA É A VIAGEM DO MEU SONHO E, O VALOR QUE GASTARIA DE AVIÃO INCLUINDO TAXAS DE EMBARQUE ( NOTEI Q VC EVITOU CITAR VALORES) – É O VALOR QUE PRETENDO GASTAR POR LÁ DURANTE 5 DIAS + MP . ESTOU NO CAMINHO CERTO?

    • Oi Josi, quando fui para lá usei avião, porque tinha restrição de tempo, mas tem bastante gente que usa ônibus + trem da morte, então é algo que vale você dar uma pesquisada. No mochileiros.com existem vários relatos a respeito desse trajeto, que vai pela Bolívia. Abs e boa viagem!

  16. Nossa!! Fui ver esse hostel que vc falou e simplesmente ele já está esgotados para todos os dias de abril de 2016!! :O 🙁 🙁 🙁

    Você tem dica de algum outro que seja tão animado quanto esse Loki?

  17. Olá amigo… Primeiro queria te parabenizar pelo blog… Está me ajudando muito na minha viagem que vou fazer para MP.
    Deixa eu te perguntar…. Estou com uma vontade doida de fazer a tattoo….
    Poderia me indicar algum estúdio bom?
    Qual foi o preço da sua tattoo?

    Valeu.. Forte abraço

  18. Oii Alessandro,
    estou indo ao peru próximo ano, vi seu blog procurando umas dicas para a viagem, e amei as fotos que você tirou e queria saber que câmera usou.
    Bjss .

  19. Olá, Alessandro. Vamos a Cusco em outubro. Nossa dúvida é: no dia em que formos até Machu Picchu, é melhor nos hospedarmos lá perto, por ex ollantaytambo ou águas calientes, ou podemos ficar hospedados em Cusco e pegar um transporte para lá? Dá tempo de sair de Cusco e aproveitar o passeio em Machu Picchu no mesmo dia? Mesma coisa em relação ao Vale Sagrado. Da tempo de sair de Cusco visitar o Vale e voltar a Cusco no mesmo dia? Grato.

    • Maurício, você pode fazer bate volta para Machu Picchu e para o Vale Sagrado, mas no caso de Machu Picchu acho que vale dormir em Ollantaytambo (cidade muito legal) ou até em Aguas Calientes, que não tem lá muitas atrações, mas pelo menos você pode subir logo cedo para Machu Picchu e aproveitar o dia!

  20. Oi Alessandro, tudo bem?
    Cara, em julho vou pro Peru ficar uns 7 dias e não tenho ideia de nada rsrs estou aqui no google vendo o que fazer lá.
    Alguma sugestão?
    Forte Abraço.

DEIXAR UMA RESPOSTA

Coloque seu comentário
Coloque seu nome