fbpx

A escolha do roteiro ideal no México e em Belize nem sempre é uma tarefa simples. O caribe mexicano vem atraindo cada vez mais turistas em razão das lindas praias, vida marinha, cenotes e diversidade de atrações na região. Com toda essa diversidade, o roteiro ideal no México e em Belize vai depender dos seus interesses e do que você pretende explorar na sua viagem: programação com a família, badalação, tranquilidade, etc.

A nossa viagem pelo México começou em Cancun e percorreu toda a costa de Quintana Roo até Belize, na ilha de Caye Caulker. Acertamos e erramos em alguns pontos do roteiro pelo México e por Belize. Por isso, tentamos descrever o que consideraríamos um roteiro ideal entre o caribe mexicano e Belize.

Pelas praias do México
Palancar Reef, em Cozumel

O roteiro ideal entre México e Belize

O roteiro ideal entre México e Belize depende do tipo de viagem que você pretende fazer, se com a família, com os amigos, sozinho ou em casal. Além disso, depende do que você pretende explorar no destino, se vida noturna, culinária, programas mais tranquilos, mergulho, atrações para a família, etc. Por isso, além de sugerir um “roteiro ideal” no México e em Belize, elaborado com o que consideramos as principais atrações de cada destino, abaixo descrevemos o que você deve levar em consideração quando for escolher os locais do caribe mexicano que você pretende conhecer.

Principais destinos no caribe mexicano

Em geral, os roteiros pelo caribe mexicano contemplam os principais pontos turísticos da região de Quintana Roo, província onde fica Cancun e as demais cidades do caribe mexicano. São eles:

Principais destinos em Belize

Belize é um país pequeno, repleto de vida marinha e com um clima caribenho. Consideramos as principais paradas pelo país:

  • Caye Caulker
  • San Ignácio

Estender a viagem até Belize?

Para avaliar se vale ou não a pena estender sua viagem do México até Belize, elencamos alguns pontos para você levar em consideração:

  1. Quantidade de dias de férias que você tem: avalie se terá dias suficientes para percorrer toda a costa mexicana até Belize. Apenas para ir à Belize e voltar para o México, caso o seu voo de volta não seja por Belize, você gastará praticamente um dia inteiro. Com isso, se você tiver apenas uma semana de viagem, é melhor ficar apenas pelo caribe mexicano. Se tiver mais de uma semana de viagem, a passagem por Belize cabe no seu roteiro.
  2. Gosta de mergulhar ou fazer kite surf? Caye Caulker, a ilha que visitamos em Belize, é um paraíso para mergulhadores, seja de snorkeling ou mergulho de cilindro, e para quem curte kite surf (venta bastante na ilha). Em Caye Caulker fizemos o melhor passeio de snorkel da viagem. Mergulhamos com tubarões e arraias e a diversidade da vida marinha por lá é incrível. Além disso, em Belize fica o famoso Blue Hole, uma caverna subaquática formada no oceano, parada obrigatória para mergulhadores com alguma experiência.
  3. Belize é bem diferente do México: o clima da ilha de Caye Caulker é “easy going” e, embora seja turístico, é um destino mais tranquilo e menos procurado do que o México. Belize também é diferente do México em termos de arquitetura e estilo. Em San Ignacio, outro destino procurado pelos turistas que visitam o país, você pode explorar um clima mais interiorano de natureza, florestas e cachoeiras. Quem passa por San Ignácio não pode deixar de fazer o passeio à caverna ATM.
  4. Você vai gastar mais: se você pretende fazer uma viagem low budget, considere que indo até Belize sua viagem sairá mais cara. Por dois motivos, (a) você gastará para chegar até lá, seja de barco, ônibus ou carro; e (b) a cotação do dólar Beliziano varia de acordo com o dólar norte-americano. Com isso, ainda que as coisas não sejam caras em Belize, em razão da cotação do dólar acabam não saindo tão em conta como o México para brasileiros.

O que saber para montar seu roteiro

A seguir, classificamos e descrevemos o que esperar dos principais pontos da Quintana Roo, para você montar o roteiro mais adequado ao seu estilo de viagem.

Cancun

Cancun é o destino para quem procura badalação, resorts com o sistema all inclusive, variedade de restaurantes e atividades de lazer para a família. A vida noturna em Cancun também é bastante badalada, com shows e casas noturnas para quem procura esse tipo de programação.

Geralmente é o ponto de partida das viagens pelo caribe mexicano, por ter o maior aeroporto de Quintana Roo.

Em Cancun é possível encontrar estadia para todos os bolsos e estilos, assim como restaurantes e atrações. Se pretende visitar cenotes, tenha em mente que Cancun fica afastado da maioria deles, sendo mais estratégico ficar em Tulum ou Playa del Carmen.

Se seu objetivo é relaxar com a família, encontrar atrações para as crianças ou badalar com os amigos, Cancun merece alguns dias no seu roteiro.

Isla Mujeres

Isla Mujeres é uma ilha próxima à Cancun. Para chegar em Isla Mujeres é preciso ir de ferry-boat (balsa), operado pela empresa Ultramar, que sai de alguns pontos de Cancun: (a) Puerto Juárez (a principal saída); (b) Playa Tortugas (Zona Hoteleira); (c) El Embarcadero (Zona Hoteleira); e (d) Playa Caracol (Zona Hoteleira). O ferry-boat dura aproximadamente 20 minutos e o tíquete de ida ou volta custa 15 USD (R$ 60) para adultos e 10 USD (R$ 40) para crianças. Se comprar ida e volta, o tíquete sai 21 USD (R$ 83) para adultos e 15 USD (R$ 60) para crianças.

Para conhecer os principais pontos de Isla Mujeres um dia é o suficiente. No entanto, caso pretenda fazer alguma atividade como mergulhar com os golfinhos (o que não recomendamos, veja no post de Isla Mujeres), passar o dia no parque Garrafon ou fazer algum passeio de snorkel, reserve dois dias para a ilha.

Isla Mujeres é uma boa opção para quem procura um destino um pouco mais calmo e próximo à Cancun. Tem opções de programa para a família, para aqueles que pretendem só relaxar na praia ou fazer passeios por lá. A estrutura de restaurantes e hotéis é boa.

Para saber mais sobre Isla Mujeres clique aqui.

Playa del Carmen

Playa del Carmen é bem badalada, com diversos restaurantes e lojas. O principal ponto de Playa del Carmen é a Quinta Avenida, onde ficam os restaurantes e lojas mais turísticos do lugar.

Playa del Carmen é um destino bem turístico, o que não faz com que o lugar deixe de ter seu charme.

Foto da Quinta Avenida (crédito: Visit Mexico)

Por ser um ponto praticamente central entre Cancún e Tulum, Playa del Carmen pode ser uma boa opção de hospedagem caso você pretenda se instalar em apenas um local que servirá de ponto de partida para todos os roteiros, o que é bastante recomendável para quem não pretende alugar carro ou andar de ônibus com mala ou mochila durante a viagem.

Se você pretende fazer uma viagem menos turística e mais intimista, considere se hospedar em Cozumel ao invés de Playa del Carmen. No entanto, tenha em mente que se o seu objetivo é ficar apenas em um local durante toda a viagem, Playa del Carmen é mais estratégico e de fácil acesso.

Playa del Carmen é uma boa parada para quem pretende fazer mergulho de cilindro ou snorkeling, por estar localizada próximo a Cozumel, para onde vão os passeios. Além disso, inclua no seu roteiro os cenotes perto de Playa del Carmen. Para quem viaja com crianças, há alguns parques para passar o dia com atividades de todos os tipos, como o Xcaret, Xel-Há e Xplor.

Cozumel

Cozumel é parada obrigatória para quem pretende fazer mergulho de cilindro ou procura uma estadia menos turística e mais tranquila do que Cancún e Playa del Carmen.

Além das várias praias lindas para visitar na ilha, você pode passar o dia em algum beach club ou fazer um passeio de barco.

Geralmente Cozumel é roteiro de um dia para quem está hospedado em Playa del Carmen ou está de passagem por cruzeiro. Se estiver viajando com muita bagagem e não quer ficar “pra lá e pra cá”, considere se hospedar em Playa del Carmen, já que Cozumel apenas é acessível de barco ou ferry a partir de Playa del Carmen.

Veja nosso vídeo por México e Belize.

Um passeio legal de se fazer em Cozumel é alugar uma scooter e explorar a ilha no seu tempo e com bastante liberdade. Nós adoramos e foi um dos pontos mais legais da viagem.

Tulum

Para mim Tulum foi o ponto alto da viagem. Com uma vibe mais hippie, é o destino ideal para quem busca beach clubs mais “cools”, restaurantes descolados (com diversas opções para vegetarianos) e yoga.

As pousadas em Tulum são intimistas, com um estilo mais despojado e hypster. Tulum é uma boa opção de estadia para quem pretende visitar cenotes, por estar mais próxima de alguns dos melhores cenotes de Quintana Roo, e para quem quer conhecer Chichen Itza.

As praias de Tulum são bonitas, mas a depender da época do ano podem estar com bastante alga. A programação em Tulum varia entre curtir a praia nos beach clubs, visitar os cenotes, dar uma volta de bicicleta pela cidade e conhecer os restaurantes e lojinhas descoladas.

Sugestão de roteiro

Conforme escrevemos no início deste post, o roteiro ideal varia, a depender do seu estilo de viagem. Fizemos um roteiro com as paradas e sugestões de atividades que consideramos mais legais na Quintana Roo e em Belize.

Opção 1: Roteiro apenas pelo México

Dia 1: chegada por Cancun.

Dia 2: pegue o ferry a partir de Cancun para passar o dia em Isla Mujeres. Comece o dia fazendo um passeio de snorkeling no Museu Subaquático de Arte (MUSA) e outras paradas ao redor da ilha (para saber mais clique aqui), na parte da tarde aproveite para conhecer a Playa Norte. Se não curtir fazer snorkeling vale a pena alugar um carrinho de golfe para dar a volta em Isla Mujeres, a partir de Playa Norte até o sul da ilha. Outra opção é fazer o passeio de snorkeling pela manhã e, como a última parada dos passeios geralmente é na parte sul da ilha, aproveite para desembarcar do barco por lá e explorar.

Dia 3: trajeto de Cancun até Playa del Carmen. Em Playa del Carmen, aproveite a tarde para dar uma volta na quinta avenida e jantar em algum restaurante por perto. Jantamos no Oh Lala e gostamos muito.

Dia 4: pegue o ferry a partir de Playa del Carmen para passar o dia em Cozumel. Em Cozumel, alugue uma scooter ou um carrinho de golfe para dar a volta na ilha. Alugamos uma scooter pela Pipian Scooter Rental, que fica perto da saída do ferry. O atendente da Pipian foi super gentil e nos deu sugestões de praias e paradas em Cozumel.

Dia 5: mergulho de cilindro em Cozumel, que pode ser feito a partir de Playa del Carmen. Outra opção é visitar os cenotes (a) Chaak Tun Natural Park: localizado a 8km de Playa del Carmen, aproximadamente 17 minutos de carro; (b) Cenote Azul: localizado a 25km de Playa del Carmen, aproximadamente 25 minutos de carro; e (c) Chikin Ha: localizado a 27km de Playa del Carmen, aproximadamente 30 minutos de carro.

Dia 6: dia de visitar Chichen Itzá com parada no cenote SuyTun e almoço na cidadezinha de Valadollid.

Dia 6: siga de Playa del Carmen para Tulum. Aproveite a tarde para alugar uma bicicleta e percorrer a avenida da praia em Tulum. À noite jante no Gitano, Hartwood ou Burrito Amor.

Dia 7: faça uma aula de yoga no hotel Holistika, dê uma volta pela Art Walk do hotel (uma floresta cheia de mágica) e tome café ou almoce no Tierra, restaurante localizado no Holistika. Na parte da tarde visite o cenote Calavera, a Casa Cenote e as ruinas maias de Tulum.

Dia 8: tome café no Matcha Mama ou no Raw Love (paraíso dos veggies) e aproveite o dia para curtir a praia em algum beach club. Veja se está tendo alguma festa de lua cheia em Tulum e/ou se consegue fazer um temaskal no Holistika.

Dia 9: retorno de Tulum para Cancun.

Opção 2: Roteiro pelo México e Belize

Pelo México.

Dia 1: chegada por Cancun.

Dia 2: pegue o ferry a partir de Cancun para passar o dia em Isla Mujeres. Comece o dia fazendo um passeio de snorkeling no Museu Subaquático de Arte (MUSA) e outras paradas ao redor da ilha (para saber mais clique aqui), na parte da tarde aproveite para conhecer a Playa Norte. Se não curtir fazer snorkeling vale a pena alugar um carrinho de golfe para dar a volta em Isla Mujeres, a partir de Playa Norte até o sul da ilha. Outra opção é fazer o passeio de snorkeling pela manhã e, como a última parada dos passeios geralmente é na parte sul da ilha, aproveite para desembarcar do barco por lá e explorar.

Dia 3: trajeto de Cancun até Playa del Carmen. Em Playa del Carmen, aproveite a tarde para dar uma volta na quinta avenida e jantar em algum restaurante por perto. Jantamos no Oh Lala e gostamos muito.

Dia 4: pegue o ferry a partir de Playa del Carmen para passar o dia em Cozumel. Em Cozumel, alugue uma scooter ou um carrinho de golfe para dar a volta na ilha. Alugamos uma scooter pela Pipian Scooter Rental, que fica perto da saída do ferry. O atendente da Pipian foi super gentil e nos deu sugestões de praias e paradas em Cozumel.

Dia 5: mergulho de cilindro em Cozumel, que pode ser feito a partir de Playa del Carmen. Outra opção é visitar os cenotes (a) Chaak Tun Natural Park: localizado a 8km de Playa del Carmen, aproximadamente 17 minutos de carro; (b) Cenote Azul: localizado a 25km de Playa del Carmen, aproximadamente 25 minutos de carro; e (c) Chikin Ha: localizado a 27km de Playa del Carmen, aproximadamente 30 minutos de carro.

Dia 6: dia de visitar Chichen Itzá com parada no cenote SuyTun e almoço na cidadezinha de Valladolir.

Dia 6: siga de Playa del Carmen para Tulum. Aproveite a tarde para alugar uma bicicleta e percorrer a avenida da praia em Tulum. À noite jante no Gitano, Hartwood ou Burrito Amor.

Dia 7: faça uma aula de yoga no hotel Holistika, dê uma volta pela Art Walk do hotel (uma floresta cheia de mágica) e tome café ou almoce no Tierra, restaurante localizado no Holistika. Na parte da tarde visite o cenote Calavera, a Casa Cenote e as ruinas maias de Tulum.

Dia 8: tome café no Matcha Mama ou no Raw Love (paraíso dos veggies) e aproveite o dia para curtir a praia em algum beach club. Veja se está tendo alguma festa de lua cheia em Tulum e/ou se consegue fazer um temaskal no Holistika.

Dia 9: siga de Tulum para San Ignacio, em Belize, com parada em Bacalar para conhecer a lagoa de Bacalar.

Dia 10: em San Ignacio faça o passeio para conhecer a caverna ATM (é necessário um dia inteiro para fazer este passeio, para mais informações clique aqui).

Dia 11: siga de San Ignacio para Caye Caulker. À noite jante no Pasta Per Caso Anna & Armando (faça reserva com antecedência).

Dia 12: aproveite o dia para fazer um passeio de snorkeling ou mergulho de cilindro na Caye Caulker Marine Reserve. Outra opção é mergulhar no Blue Hole, principal atração de Belize, ou fazer um voo panorâmico sobre o Blue Hole. Aproveite o fim da tarde para dar uma volta na ilha de bicicleta.

Dia 13: aproveite o dia de praia no The Lazy Lizard.

Dia 14: retorno de Caye Caulker para Cancún, que pode ser feito de duas formas (a) pegue um ferry de Caye Caulker para Chetumal e de lá um carro ou ônibus para Cancún ou (opção menos complicada) (b) pegue um ferry de Caye Caulker para Belize City e de lá um ônibus para Cancún.

Dia 15: Retorno ao Brasil por Cancun.

Meio de transporte

Durante a nossa estadia na Quintana Roo alugamos carro em alguns dias esparsos para conhecer os cenotes que ficavam mais afastados da cidade e nos arrependemos profundamente de não ter alugado carro por todos os dias.

Primeiro porque a experiência que tivemos com taxistas no México foi muito ruim, não há taxímetro, nem uber, por isso os taxistas basicamente cobram o que querem e tentam lucrar em cima dos turistas. Uma boa dica é procurar saber se há uma tabela de preço de taxi para ter uma noção sobre quanto aproximadamente custa o trajeto no local, fizemos isso em Tulum e ficamos mais espertos para saber se estávamos pagando o que de fato custava pelo percurso.

Segundo, porque os cenotes e algumas atrações são distantes umas das outras, alugando um carro teríamos ficado mais livres para fazer nosso roteiro.

Terceiro, porque aluguel de carro no México não é caro, caso você alugue e devolva o carro no mesmo local. Se tivéssemos alugado carro para todos os dias no México, ainda que o carro ficasse parado em alguns deles, teríamos economizado bastante.

Portanto, a sugestão, se você for apenas para o caribe mexicano, é alugar um carro em Cancún, fazer todo o roteiro, e devolver o carro em Cancun.

Se seu roteiro incluir Belize, avalie se vale a pena alugar um carro em Cancun e retornar à Cancun para devolvê-lo, antes de partir para Belize, ou até mesmo pagar a taxa de devolução em cidade distinta para devolver o carro em Tulum, Bacalar ou Chetumal. De Tulum, Bacalar ou Chetumal siga de ônibus com destino à San Ignacio. Se for para Caye Caulker direto, devolva o carro em Chetumal ou pegue um ônibus de Tulum ou Bacalar até Chetumal. De Chetumal, pegue um ferry para Caye Caulker. Outra opção é ficar com o carro durante toda a viagem e, enquanto estiver em Caye Caulker, veja algum estacionamento em Belize City para deixá-lo. Para chegar em Caye Caulker, outra possibilidade é ir até Belize City e de lá pegar o ferry até Caye Caulker.

Também é possível ir do México para Belize City de avião. A partir de Belize City pegue um ferry para ir a Caye Caulker ou ônibus ou van para ir à San Ignacio (existem vans turísticas que saem de Belize City para San Ignacio).

Se você não quiser alugar um carro, é plenamente possível fazer o roteiro de ônibus. No México a principal empresa que opera os trajetos de ônibus intermunicipais é a ADO. Os ônibus são bem confortáveis e há diversas opções de horário para muitos destinos. Nós usamos os ônibus da ADO em alguns trajetos e foi ótimo. Para conhecer os cenotes alugue um carro apenas por um dia ou vá de táxi. Alguns cenotes mais próximos são acessíveis de bicicleta a partir de Tulum ou Playa del Carmen.

Onde se hospedar

Fizemos uma seleção de hotéis, hostels e pousadas em Cancun, Isla Mujeres, Playa del Carmen, Cozumel, Tulum, San Ignacio e Caye Caulker para te ajudar a organizar a sua viagem.

México

Cancun

Em Cancun você vai encontrar todos os tipos de hospedagem, desde resorts all inclusive até hospedagens mais em conta. A opção ideal de hospedagem vai depender da sua programação: se seu objetivo não é fazer passeios, mas sim descansar e aproveitar o hotel, pode ser que um all inclusive seja uma boa opção para você.

Em termos de localização geográfica, a Zona Hoteleira de Cancun, que é zona turística por onde passa o Boulevard Kukulcán, é a mais recomendada para hospedagem. A Zona Hoteleira tem aproximadamente 20km de extensão, em um formato de “7”.

A parte mais badalada da Zona Hoteleira é na área do km 7, onde fica a Plaza Forum e as casas noturnas.

Hostels e apartamentos

Hotéis

Resorts

Isla Mujeres

O local mais estratégico para se hospedar em Isla Mujeres é próximo ao centro da ilha ou Playa Norte. Dessa forma, à noite você pode ir caminhando para os restaurantes e bares e durante o dia pode ir a pé para Playa Norte. O centro e a Playa Norte ficam a uma distância de apenas 10 minutos caminhando. Por isso, eu diria que qualquer lugar entre o centro e Playa Norte é bom para se hospedar em Isla Mujeres.

No entanto, como a ilha é pequena, nada impede que você se hospede em Sac Bajo, na costa oeste de Isla Mujeres, ou em Playa Media Luna, na costa leste de Isla Mujeres, ou mais ao sul da ilha. Se optar por se hospedar na costa leste ou sul de Isla Mujeres será necessário ir de taxi ou alugar um carrinho de golfe ou bike para ir até o centro e Playa Norte. Já Playa Media fica bem próxima da Playa Norte, sendo possível ir caminhando.

Confira abaixo a seleção de hotéis que fizemos em Isla Mujeres, divididos por região:

Centro

  • Hotel Sueño Maya: nota 8,5 / valor aproximado de 2 diárias (essa hospedagem tem estadia mínima): R$ 315
  • Hotel Isleño: nota 8,9 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 284
  • Cande’s Apartment: nota 9,0 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 218
  • Maya Casitas: nota 8,8 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 288
  • Suites Los Arcos: nota 8,4 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 198
  • Villas San Miguel: nota 9,0 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 377

Playa Norte

Costa Oeste

Playa Media Luna

  • Hotel Playa La Media Luna: nota 7,8 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 397
  • Hotel Secreto: nota 9,0 / valor aproximado de 2 diárias (essa hospedagem tem estadia mínima): R$ 1.254

Sul da Ilha

  • Gunther & Gladys: nota 8,7 / valor aproximado de 2 diárias (essa hospedagem tem estadia mínima): R$ 330
  • Hotel La Joya: nota 8,9 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 500
  • Villas Coco Resort: nota 8,1 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 286
  • Villas Keh: nota 9,6 / valor aproximado da diária: R$ 619 – acomoda 5 pessoas
  • Casa de Los Suenos: nota 8,5 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 520
  • Casa Bonita and Villas: nota 8,3 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 437

Playa del Carmen

Se você pretende conhecer as atrações da Riviera Maya (cenotes, parques e ruínas maias), Playa del Carmen é um lugar estratégico para você se hospedar, além de ser um pouco mais em conta do que Cancun.

O lugar mais indicado para hospedagem em Playa del Carmen é próximo à Quinta Avenida, um calçadão repleto de lojas, restaurantes e bares, onde fica concentrado o movimento da cidade. A Quinta Avenida é paralela a praia, distante a poucos quarteirões do mar. Nós ficamos hospedados em um hostel localizado em uma rua paralela à Quinta Avenida. Achamos a localização excelente, porém acaba sendo um pouco barulhento, já que a noitada por lá vai até tarde.

Segue abaixo a nossa seleção de hospedagem na região da Quinta Avenida de Playa del Carmen para facilitar a organização da sua viagem:

Hostels e apartamentos

  • Wabi Hostel: nota 8,5 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 151
  • Hostal MX 5th Avenue: nota 8,2 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 250 (o valor aproximado da diária para cama de solteiro em dormitório é R$ 54)
  • Lucky Traveler Hostel: nota 9,1 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 63 (o valor aproximado da diária para cama de solteiro em dormitório é R$ 25)
  • The Yak Hostel: nota 8,6 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 118 (o valor aproximado da diária para cama de solteiro em dormitório é R$ 49)
  • Villas Sacbe Condo Hotel and Beach Club: nota 9,3 / valor aproximado da diária do quarto duplo: R$ 408

Hotéis

Resorts

Cozumel

Nós adoramos conhecer Cozumel. Íamos ficar apenas um dia em Cozumel e nos arrependemos, porque tem muitas praias lindas e a vibe de lá é bem legal. Vale a pena se hospedar em Cozumel se for para ficar por lá e conhecer a ilha. Se seu objetivo é explorar outras atividades, como as ruínas maias, cenotes e parques, vale mais a pena ficar em Playa del Carmen ou Tulum.

Uma dica legal para conhecer Cozumel é alugar uma moto ou um carrinho de golfe, assim você fica livre para explorar a ilha com calma.

San Miguel de Cozumel é o centro da ilha, onde fica o terminal de ferry-boat, lojas, bares e restaurantes. No entanto, não há praia por lá. É possível encontrar resorts, hotéis e pousadas à beira-mar que não ficam tão longe do centrinho.

Confira abaixo a seleção de hospedagem que fizemos em Cozumel, divididos por região:

Região do Centro

Centro em direção ao sul

Norte da ilha

Sul da ilha

Tulum

Há basicamente duas áreas para se hospedar em Tulum: Tulum Pueblo ou Zona Hoteleira. Tulum Pueblo é a região central da cidade, enquanto a Zona Hoteleira fica na região da praia em Tulum. A distância entre Tulum Pueblo e a Zona Hoteleira é de aproximadamente 5km.

Geralmente, a hospedagem acaba sendo um pouco mais em conta na Zona Hoteleira de Tulum, mas se for para curtir praia todos os dias, vale considerar quanto você vai gastar de deslocamento. Nós ficamos hospedados em um hotel incrível em Tulum Pueblo, chamado Holistika, mas como não alugamos carro, tivemos que pegar taxi praticamente todos os dias.

Há muitos hotéis, pousadas e hostels de charme em Tulum. Segue abaixo a nossa seleção, dividida entre Tulum Pueblo e Zona Hoteleira:

Tulum Pueblo

Zona Hoteleira

Belize

San Ignácio

San Ignácio é um lugar rústico, que atrai turistas que curtem aventura ou querem descansar em resorts perto da natureza. Por lá, você pode optar por se hospedar em um hotel no centro da cidade ou ficar imerso na natureza.

Confira abaixo a seleção de hotéis que fizemos em San Ignácio:

Centro

Outros

Caye Caulker

Caye Caulker é uma ilha em Belize bem charmosa, com casas coloridas e praias lindas. O lema de Caye Caulker é go slow (vá com calma), um lugar para andar sem sapato. Não tem carro nem asfalto por lá, o meio de locomoção é a bicicleta. Caye Caulker tem estrutura para turismo e de lá dá para fazer passeios legais para conhecer a vida marinha.

Como a ilha é pequena, qualquer lugar onde você se hospedar será próximo da praia e de restaurantes. Dá para fazer tudo a pé ou de bicicleta.

Seguem algumas sugestões de hospedagem em Caye Caulker para ajudar no seu roteiro:

Se você reservar algum hotel, hostel ou pousada usando um dos links acima o blog ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso (obrigada!).

Curtiu o post?! Deixa um comentário pra gente!

Cadastre seu e-mail para receber as dicas de viagem e fotografia do GetOutside.

2 thoughts on “México e Belize: Escolhendo o roteiro

  1. Cris says:

    Parabéns pelo post , muito bem detalhado! Afinal vocês fizeram o trajeto para Belize de carro? Estou indo semana que vem e estou com essa duvida, sobre taxas e parte burocrática da imigração com o carro na fronteira, ou se deixamos em algum estacionamento e cruzamos com o ferry. Vou e volto por cancun e alugamos o carro pra todos os dias. Obrigada!

    • Alessandro De Franceschi says:

      Oi Cris! Que bom que gostou! Fomos de onibus e van até a fronteira (Chetumal). De lá pegaríamos o barco, mas deu o problema todo aí que relatamos. Então, nós cruzamos a fronteira de taxi, e do outro lado pegamos um onibus até Belize City, onde passamos a noite para pegar o ferry no outro dia para Caye Caulker. Se você vai fazer as ilhas em Belize, talvez seja mais negócio deixar em Chetumal e fazer tudo de ferry. Qualquer dúvida avisa aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.