Definir um roteiro e quais cidades visitar nesse país imenso e tão rico como a Índia não é uma tarefa muito fácil.

Para ajudá-los, vou compartilhar meu roteiro, que dediquei exclusivamente ao norte do país.

O mapa abaixo ilustra o meu roteiro e todos os lugares que visitei. Basicamente, além do famoso triângulo dourado (Delhi, Jaipur e Agra), incluí as duas cidades mais ao norte (Amritsar e McLeod Ganj) e a caótica Varanasi, um dos lugares mais imperdíveis da Índia.

Leia também:
10 coisas que você precisa saber antes de ir para a Índia
Como tirar visto para a Índia
Principais golpes a turistas na Índia

Você já segue o blog no Instagram? Clique aqui e diga o que você acha das minhas fotos.

Meu roteiro foi feito da seguinte forma: Delhi (1 dia) > Amritsar (2 dias) > McLeod Ganj (2 dias) > Delhi (1 dia) > Jaipur (2 dias) > Agra (1 dia) > Delhi (3 dias) > Varanasi (2 dias) > Delhi.

Amritsar

Amritsar foi a primeira parada do meu roteiro na Índia. Cheguei do Brasil por Délhi e, no mesmo dia, peguei um voo para Amritsar. Para comprar passagens de avião internas na Índia, usei o Skyscanner, onde você pode pesquisar e compras passagens de inúmeros lugares do mundo sem pagar taxa de intermediação.

Amritsar fica na fronteira com o Paquistão e é conhecida por ter um dos templos mais sagrados da religião Sikh. Foi certamente um dos melhores lugares desse meu roteiro pela Índia. Recomendo que você leia meu post sobre as 5 coisas que você deve fazer em Amritsar.

Amritsar

De lá, peguei um trem para Dharamshala, uma experiência que certamente não é para qualquer um. Para saber como comprar passagens de trem na Índia, recomendo a leitura do post que fiz sobre o assunto.

Eu recomendaria você passar 2 dias por Amritsar e partir para McLeod Ganj. Esse trajeto até McLeod Ganj pode ser feito de trem, ônibus ou avião, já que tanto Amritsar como McLeod Ganj possuem aeroportos (o aeroporto de McLeod Ganj é, na verdade, o aeroporto de Dharamshala).

McLeod Ganj

McLeod Ganj é onde está exilado o governo do Tibete e o Dalai Lama. É uma ilha de cultura tibetana cravada na Índia, em um contraste muito interessante de se presenciar.

Trata-se de um pequeno vilarejo numa região montanhosa com um atrativo turístico muito grande. Dharamshala, a principal cidade mais próxima de McLeod Ganj possui aeroporto próprio para quem não quer se atrever a pegar trem ou ônibus.

Mcleod Ganj

2 ou 3 dias por aqui é suficiente. Daqui, peguei um voo para Delhi, de onde parti, posteriormente, para Jaipur, também de avião.

Jaipur

Jaipur é a principal cidade do Rajastão, que também possui estação de trem e aeroporto próprio, o que facilita o acesso.

3 dias em Jaipur é suficiente para você conhecer as principais atrações da cidade.

De lá, pegue um trem para Agra. São várias as opções de horário e classes de trem disponíveis, então você não deverá ter problemas. Essas duas cidades são duas das principais cidades turísticas da Índia e, por isso, esse trajeto de trem possui vários turistas estrangeiros.

Para saber como comprar passagens de trem na Índia, recomendo a leitura do post que fiz sobre o assunto.

Agra

Agra é a terra do Taj Mahal e, fora isso, é uma cidade comum da Índia. Os turistas normalmente vão à Agra de trem, dada a sua proximidade de Delhi, o que faz o trajeto de trem ser relativamente curto e tranquilo.

Como falei, cheguei de trem vindo de Jaipur, num trajeto noturno, chegando em Agra logo pela manhã. Passei o dia em Agra e, no mesmo dia, à noite, parti de trem para Délhi. Acredito que um dia apenas é suficiente por aqui, já que, como disse, fora o Taj Mahal, não há muito o que ser visto em Agra.

De Agra, pegue um trem para Delhi.

Para saber como comprar passagens de trem na Índia, recomendo a leitura do post que fiz sobre o assunto.

Delhi

Cheguei em Delhi logo à noite, vindo de Agra e passei 3 dias conhecendo a cidade. Delhi é a uma das maiores cidades do mundo e, em razão disso, você poderia passar mais tempo explorando. Contudo, como o tempo era curto, fiquei apenas 3 dias, o que foi suficiente para conhecer as principais atrações da cidade.

Em seu roteiro, você pode optar por deixar Delhi para o final, já que seu voo de retorno provavelmente sairá daqui.

A minha trip incluiu uma visita de 4 dias ao Nepal, então, originalmente, peguei um voo de Delhi para Kathmandu e, de Kathmandu, voltei de avião para Varanasi. Contudo, se sua viagem não permite fazer uma esticada até o Nepal, sugiro que você pegue um voo ou trem para de Delhi para Varanasi.

Em Delhi, fiquei hospedado em dois hostels diferentes. O Zostel, que é uma rede conhecida e grande na Índia, e no Madpackers Hostel. Resumindo, o Zostel é legal e relativamente bem localizado, mas achei os quartos e a estrutura muito precários.

Já o Madpackers foi uma das mais gratas surpresas na Índia. Não só foi o lugar mais limpo e organizado que fiquei na Índia (o que é difícil de acontecer), mas também foi um dos melhores hostels que eu já conheci. Você dificilmente sairá desapontado de uma estadia por lá! Se você decidir fazer uma reserva no Madpackers, peço que use esse link AQUI para ajudar o blog. Você não paga nada a mais na sua reserva, mas o booking.com paga uma pequena comissão para o blog (obrigado!).

Varanasi

Varanasi foi a última cidade do meu roteiro a ser visitada na Índia. É o caos na terra! Para saber mais sobre minha passada por lá, recomendo uma lida no post que escrevi sobre o que fazer em Varanasi.

Varanasi

Varanasi é uma cidade única na Índia e eu gostaria de ter mais tempo para explorá-la. Contudo, 2 dias completos aqui são suficientes para você conhecer os principais pontos da cidade e experimentar um pouco dessa loucura.

De Varanasi, voltei de avião para Delhi, onde minha viagem para a Índia terminou.

—-

Para ver todos os posts da minha viagem para a Índia, clique aqui.

Se você estiver precisando de seguro viagem (totalmente recomendável para a Índia!), sugiro que deem uma lida no post que fiz sobre o melhor seguro de viagem de aventura.

Se esse post te ajudou de alguma forma, curte e compartilha clicando nos botões abaixo. É de graça e fará um blogueiro muito feliz!

13 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde,
    Muito boa as dicas Alessandro, estarei indo para India dia 01/05 e o teu site foi muito util para mim.
    Quando pesquisei, vi que era de Porto Alegre, eu também sou :), mas moro e trabalho em Luanda(Angola).
    Obrigado pelas dicas show as fotos.

  2. Boa tarde, adorei as suas dicas e estou anotando todas, só uma duvida, vou pra Agra e gostaria de fazer igual a voce, chegar pela manhã e ir embora a tarde, vc sabe me dizer se tem lugar pra guardar as mochilas, já que não quero ficar em Agra, mas pra entrar no Taj não posso estar com nada!!!

    • Que legal, Paula! Vou ficar te devendo essa, mas vou te contar como fiz. Cheguei de trem na estação e um cara muito doido nos abordou, querendo nos levar para conhecer o Taj e Agra. O cara é muito carismático e acabamos entrando na dele. Ele nos levou de van até um hostel que fica na frente do Taj (bem bacaninha), que ele conhece o dono e tudo mais. Aí tomamos café da manhã lá e deixamos nossas mochilas na van dele. Ele disse para ficar tranquilo, que ele fazia aquilo todos os dias, era conhecido ali e tudo mais.
      Tomamos o café, fomos visitar o Taj e voltamos para o hostel, almoçamos lá também e depois fomos para um tour por Agra com ele e foi bem divertido. Eu fiquei com um cartão dele, mas acabei perdendo no restante da viagem.
      Talvez uma saída seja você ir até um hostel na frente do Taj e pedir para deixar em algum armário. O nome do hostel que eu comentei acima é Mumtaz Cafe (https://www.facebook.com/mumtazcafe/).
      Se tiver mais alguma dúvida avisa aí!

  3. E sobre os vôos internos na India Alessandro, teve muita dificuldade? vou viajar muito de aviao la numa trip que irei fazer e estou com receio de ter problemas de cancelamento e atrasos.. falam que isso eh muito comum lá..

  4. Alessandro, vou passar 40 dias na índia no proximo ano (entre março e abril) e estou amando as dicas. Minha viagem vai começar em Rishikesh (7 dias pelo menos, num Ashram) e Delhi no final, pois de lá pego um vôo para Paris. Gostaria de dar uma esticada pro Nepal – 1 semana -, mas to com medo de ficar apertado, não quero passar correndo pelos lugares, quero ter pelo menos um dia ou 2 por seamana para descansar, por isso estou pensando em ficar
    Assim, contando os 7 dias no ashram e 7 no nepal, o que vc acha do seguinte roteiro:
    Rishikesh (7 dias) -> trem p/ Amritsar (3 dias) -> avião p/ Udaipur (3 dias) -> trem p/ Jaipur (2 dias) -> trem p/Agra (2 dias) -> trem p/Delhi e vôo p/ Nepal (7 dias) -> vôo p/ Delhi p/ ir a Varanasi (3 dias) -> volta p/ Delhi (7 dias).

    Contando alguns dias para descanso ou deslocamento, chegaria perto dos 40 dias. EU não gostaria de fazer tantos deslocamentos assim, pensei em diminuir 1 ou 2 cidades da índia e ficar 14 dias no Nepal. Mas ao mesmo tempo, queria sentir a índia de diferentes formas. Vou sozinha, falo inglês.

    O que você me recomendaria tirar ou incluir? Pensei em ir em outra cidade no sul para ver alguma diferença cultural tbm. Quero ter uma experiência além do turismo… me ajuda? =)

    • Puxa, que viagem espetacular! Eu deixaria 2 dias para Amritsar e tentaria ficar um dia apenas em Agra. Eu tentaria incluir McLeod Ganj (2 ou 3 dias, se você quiser fazer trilhas) no seu trajeto, você já estará lá por perto e é uma visão diferente dos demais locais da Índia em razão da colônia Tibetana. Você pode diminuir também seu tempo em Delhi (3 ou 4 dias está mais do que suficiente) e talvez aumentar seu tempo no Nepal ou incluir Mumbay ou as cidades do sul que você pode visitar (ou talvez até Sri Lanka). 7 dias no Nepal será um bom tempo também, não deixe de visitar Bhaktapur e Pokhara, se possível. Não conheci o sul da Índia, infelizmente. Qualquer dúvida que tiveres avisa aí! bjs

  5. Olá Alessandro! Gostei bastante dos seus posts, tenho um sonho de conhecer a Índia, porém não me arriscaria ir sozinha, você conhece algum site, página onde posso encontrar pessoas que também estejão planejando viajar para índia ou qualquer outro país de modo que eu possa
    encontrar algum parceiro de viagem?

DEIXAR UMA RESPOSTA

Coloque seu comentário
Coloque seu nome