Amritsar foi uma grata surpresa na minha visita à Índia. Encaixei essa cidade de última hora e fiquei feliz demais por ter passado por lá.

É uma cidade padrão Índia em questão de pobreza e caos (a exemplo de Délhi), mas existe uma atração nessa cidade que me fascinou, que é o Templo Dourado da religião Sikh.

Leia também:
10 coisas que você precisa saber antes de ir para a Índia
Como tirar visto para a Índia
Como comprar passagem de trem na Índia

Para quem não sabe, o Sikhismo é uma religião monoteísta fundada na Índia no século XV. Pretendo escrever um pouco mais sobre essa religião em breve, mas apenas para resumir, algumas das coisas que me encantaram é o tratamento igual entre homens e mulheres, o fato de que os Sikhs não acreditam no regime de castas, já que defendem a igualdade entre as pessoas e, por fim, o fato de que eles são abertos a todas as pessoas independente de crença, sexo ou o que for.

Você já segue o blog no Instagram? Clique aqui e diga o que você acha das minhas fotos.

Qualquer pessoa pode visitar os templos Sikhs e, inclusive, você pode comer no Langar, onde é servido diariamente milhares de refeições de graça para quem quiser, sendo ou não um membro da religião. Quem quiser mais informações, clique aqui.

Antes de passar a minha lista das 5 coisas a serem feitas em Amritsar, algumas informações úteis:

Como chegar

Amritsar fica no estado de Punjab, no norte da Índia, próximo à fronteira com o Paquistão.

De avião: A cidade possui aeroporto próprio, que recebe voos diários de Délhi. Eu fiz esse trajeto, em um voo da companhia Jet Airways que saiu de Délhi às 17h05, chegando às 18h05 em Amritsar. O valor que paguei nesse trajeto foi de aproximadamente R$ 350,00. Um táxi do aeroporto até o templo dourado custa em torno de 600 rúpias.

De trem: Amritsar também possui estação de trem própria. Eu utilizei essa estação para ir à Pathankot, numa experiência que vou guardar para o resto da vida e que contarei aqui mais adiante. Eu escrevi um post sobre como comprar passagem de trem na Índia, e recomendo que você leia para ter informações de valores e se o seu destino de origem possui conexão com Amritsar. Um taxi daqui para o templo dourado custa em torno de 100 rúpias.

De ônibus: Existem ônibus saindo de vários lugares com destino à Amritsar. Viajar de ônibus pela Índia é comum, mas é uma aventura e tanto, eu diria. Existem ônibus regulares saindo das rodoviárias (eu usei um desses ônibus saindo de Pathankot para Dharamshala), mas eles são um tanto peculiares. Existem também ônibus de turismo, que talvez sejam uma opção mais cara, mas certamente mais segura. O próprio site da Cleartrip, que eu utilizei para comprar passagens de trem na Índia é uma opção de pesquisa.

Onde ficar

Existem inúmeras opções de hospedagem, para todos os gostos e bolsos. Eu recomendo que você encontre algo próximo ao templo dourado, que é a principal atração da cidade.

Eu fiquei hospedado no hostel Jugaadus Eco Hostel, que fica localizado a 1km de distância do templo. Gostei demais de lá, o dono, Sanjay, é um cara gente boa demais. Tem água quente, terraço para a galera relaxar no fim do dia, toalha grátis e o Sanjay ainda cozinha uma comida caseira no fim do dia.

Para aqueles que não são muito do espírito de hostel, recomendo darem uma olhada no Booking.com, sempre atentando para os reviews. Uma olhada no tripadvisor e no Hostelworld também são uma boa.

Se você quiser dar uma ajuda pro blog, pesquise e reserve sua hospedagem no Booking.com utilizando esse link AQUI. Se você fizer a reserva e se hospedar, eu ganho uma comissão da galera do booking e você não paga nada mais por isso. No link eu já preparei direto a pesquisa de Amritsar!

Enfim, vamos à lista!

5 coisas que você deve fazer em Amritsar

Fazer listas é sempre um perigo, pois você pode deixar algo importante de fora. Como já disse em outros posts, não se contentem com a minha lista, pesquisem muito antes de ir e montem sua própria lista do que ver.

Mas chega de papo, bora lá:

Andar pelas ruas da cidade

O grande choque de ir para a Índia é o contato com o dia a dia do povo indiano. Apesar da miséria e das condições de vida, assaltos não são tão comuns por lá. Dito isso, caminhe pelas ruas de Amritsar e veja o dia a dia da cidade. Poucos turistas fazem isso (pelo menos não encontrei qualquer turista estrangeiro nas minhas caminhadas) e você terá uma boa oportunidade de ter contato com a vida local.

Você pode caminhar entre o Golden Temple e o Jallianwala Bagh Memorial, que são relativamente pertos, e isso já servirá bastante para você ter uma ideia do caos. No meu primeiro dia em Amritsar eu fiquei até às 2h da manhã no Golden Temple e voltei a pé para o hostel. Caminhar a essa hora talvez não seja o mais recomendável, mas tente dar algumas voltas por lá à noite, você não vai se arrepender.

Ficar horas no Golden Temple

Amritsar foi a primeira cidade que visitei na Índia e o Golden Temple foi a primeira atração. Cheguei em Amritsar à noite, e tão logo eu me instalei no hostel, fui para lá curtir o ambiente à noite.

No dia seguinte dei uma caminhada pela cidade, cheguei no Golden Temple lá pelas 13hs e só saí às 21h.

É um lugar esplêndido e uma das coisas mais legais que fiz na Índia. Não sou uma pessoa religiosa, mas a paz nesse lugar é palpável. Pessoas caminhando ao redor do lago que circunda o templo, outras pessoas ajoelhadas fazendo orações, algumas pessoas se banhando no lago sagrado e pouquíssimos turistas estrangeiros. Os Sikhs, com seus turbantes na cabeça, são extremamente fotogênicos e muito amigáveis. Conversei com muita gente por lá e a experiência não poderia ter sido mais agradável.

A entrada é gratuita, mas todas as pessoas tem que andar descalças e cobrir a cabeça. Você pode pegar um lenço emprestado na entrada, caso você não tenha, e existe um lugar bem organizado para você deixar seus calçados. Você pega uma ficha e na hora da saída entrega a ficha para pegar seu calçado de volta.

Ao contrário de outros templos na Índia, o Golden Temple brilha de tão limpo. Você deve passar por um fio d’água para lavar seu pé antes de entrar, e existem inúmeros voluntários varrendo o chão do complexo a todo momento.

 

Comer no Langar

Dentro de todos os templos Sikh existe um lugar chamado Guru-Ka-Langar, onde são servidas refeições de graça a quem quiser comer. Isso é uma das coisas que me chamaram muito a atenção. Qualquer pessoa, de qualquer cor, sexo, raça ou religião é bem vinda a comer, sem restrições.

A cozinha prepara refeições vegetarianas para 80 mil pessoas por dia! Você recebe um prato de metal, adentra o salão, senta no chão e espera. Voluntários passam servindo a comida e água. A comida é um pouco apimentada, mas é uma experiência interessante. No vídeo abaixo da minha viagem pela Índia é possível ver como a comida é servida (veja 02:08 em diante).

Naquele dia que passei o dia todo por lá, a comida no Langar foi meu almoço. Ah, preciso dizer que não passei mal, então me parece que a comida é segura.

É possível, depois, ver todos os pratos sendo lavados pelos voluntários, assim como os ingredientes sendo cortados e preparados.

 

Ver a cerimônia na fronteira com o Paquistão (Wagah Border)

Se você olhar no mapa verá que Amritsar está muito próxima da fronteira com o Paquistão (30 km). Diariamente existe uma cerimônia entre os exércitos dos dois países na fronteira, que começa aproximadamente às 16hs e dura em torno de meia hora.

O evento é grandioso e teatral, com indianos e paquistaneses disputando o título de mais patrióticos. O vídeo abaixo traz uma demonstração do que se trata essa cerimônia :

Praticamente todos os hotéis e hostels em Amritsar oferecem transporte para a fronteira. Existem pessoas vendendo o passeio também nas proximidades do Golden Temple. Um tuktuk até a fronteira custa em torno de 900 rúpias.

Conhecer o Jallianwala Bagh memorial

Em 1919 aproximadamente 5000 indianos estavam fazendo um protesto pacífico contra o governo britânico quando 150 soldados britânicos abriram fogo. Estima-se que 1500 pessoas tenham morrido no local.

Hoje em dia no local existe um memorial, que consiste num espaço aberto com monumentos e placas informativas sobre o acontecimento. Muitos indianos usam o local para fazer picnic e curtir a calmaria nos gramados.

Para ver todos os posts da minha viagem para a Índia, clique aqui.

Se esse post te ajudou de alguma forma, curte e compartilha clicando nos botões abaixo. É de graça e fará um blogueiro muito feliz!

12 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns! adorei seu post com todas as dicas.Esse ano de 2015 nasceu um sonho de conhecer Golden Temple após iniciar uma pesquisa sobre a religião dos Sikh o Sikhismo foi amor á primeira vista 🙂

    • Elisangela, fiquei muito feliz de ler seu comentário! O Golden Temple foi um dos lugares mais legais que conheci na Índia, mas sei que poucos turistas ocidentais passam por lá e não é a toa que o post sobre Amritsar não é dos mais lidos aqui no blog. O Sikhismo foi uma das gratas surpresas que tive na Índia também! Abs!

  2. Obrigada pelas dicas Alessandro,também sou gaúcha e estou morando aqui a 8 meses, passarei a virada do ano em Amritsar e suas dicas estão fazendo parte de minha preparação para a viagem.

  3. Olá Alessandro que felicidade foi ler o teu post. Você esteve na minha região. Sou indiano, morando em Lisboa e sou Sikh e realmente o Golden Temple mostra muito bem dos Sikhs e nosso jeito de estar na vida. Fico feliz que tenha feito este post e relatado as suas verdadeiras impressões, assim outras pessoas podem se interessar em conhecer esta parte da India, que tem paisagens tão bonitas. Hoje em dia existem algumas pessoas que se passam por indianos e fazem maldades por ai a fora, mas não são indianos, e acabam manchando a nossa cultura e identidade. O meu alerta é de que antes de maldizerem os indianos, se certifiquem de que país são os malfeitores. Na India exisem várias religiões, as pessoas até se confundem. Eu amo ser Sikh pois, como você mesmo presenciou, aceitamos todas as religiões e pessoas como elas são. Gratidão pelo seu post eu amo meu país e quero um dia conhecer o teu. Abraço

    • Que comentário lindo, Gurpreet! Obrigado pelas palavras, fico muito feliz! Tenho recomendado Amritsar para todas as pessoas que me perguntam sobre a Índia e sempre comento a respeito dos Sikhs, pois fiquei impressionado em conhecer um pouco mais sobre a religião e o que ela significa. Abraço!

  4. Olá,

    Primeiramente parabéns pelo blog!!
    Estou morando na Índia a seis meses e a visão que você passa em suas postagens é algo incrível.
    Sempre soube a respeito do Golden Temple (trabalho em uma agencia de turismo em Delhi), mas sua
    visão, a forma na qual você colocou foi bem legal.
    Parabéns. Ganhou um Fã.
    🙂

      • Ale,

        Eu sempre tento montar mas acabo desistindo. hsahsa..
        Em 2012 quando fiz meu primeiro intercambio (na epoca os blogs eram a unica fonte, não existe smartphone e olha que isso tem apenas 4 anos) eu tinha tudo escrito e pronto pra
        criar um blog. Porém perdi minha camera com todas as fotos ahshahshahsas.

        Depois disso parei de fotografar minhas viagens e dividir minhas experiencias.
        Mas sobre a índia cheguei a montar um blog direcionado para os meus pais porque
        eles não são tão adeptos de redes socias. Porem………..
        Morar na Índia de longe está sendo algo unico na minha vida. Você conhece aqui, sabe
        como é.
        Obrigado pela resposta…… 🙂

        Abraços.

  5. Olá,
    Boa noite
    Adorei o seu post … Estou pensando em fazer um bate e volta de Delhi no mesmo dia de avião, sair às 9:00 da manhã e retornar as 19:00. O que acha? O que poderia fazer neste tempo?
    Obrigada pela ajuda

DEIXAR UMA RESPOSTA

Coloque seu comentário
Coloque seu nome