Em 2013 estive no Chile para uma ski trip de 1 semana. Lá tive a oportunidade de conhecer 2 brasileiros que, em 2011, junto com outros 3 amigos, escalaram o Huayna Potosí, na Bolívia.

A expedição toda foi registrada e transformada em um vídeo documentário, que faz parte do projeto My First Mountain, que tem o objetivo de mostrar como pessoas comuns podem realizar expedições e esportes de aventura.

O Projeto My First Mountain

Se você gosta de aventuras, você deve olhar aqueles programas do Canal OFF e pensar como gostaria de estar fazendo aquela trilha, mergulhando naquele mar cristalino, escalando aquela montanha, esquiando naquela neve powder, etc. Ao mesmo tempo você deve pensar como é difícil para uma pessoa que não é atleta realizar as expedições apresentadas.

Mas será mesmo tão difícil?

My First Mountain

O Projeto My First Mountain quer demonstrar justamente que pessoas comuns podem encarar expedições exatamente como aquelas da TV. Advogados, economistas, médicos, engenheiros e qualquer pessoa que tenha paixão pela montanha.

A ideia é se tornar uma referência para essas pessoas, na forma de um guia informal, que pode ser acessado no blog do projeto: http://myfirstmountain.wordpress.com/

A Escalada do Huayna Potosí

O nome do projeto é justamente uma referência à primeira expedição que eles realizaram, lá em 2011. A escalada do Huayna Potosí, na Bolívia, foi a primeira escalada de alta montanha do grupo.

Toda a expedição resultou num filme, que mostra todo o preparativo para o projeto, incluindo a preparação física ainda no Brasil, e a saga para se chegar ao cume do Huayna Potosí, na Bolívia.

Basta assistir ao filme para perceber que chegar até o cume do Huayna Potosí não foi simples e nem fácil. Além da preparação no Brasil, acordando cedo da manhã por vários dias, na Bolívia, antes de escalar o Huayna Potosí, o grupo tentou chegar ao cume do Pequeño Alpamayo. No entanto, apesar de chegar bem próximo, o ataque ao cume teve que ser abortado por questões de segurança, o que causou um certo sentimento de frustração.

Mas e o que leva as pessoas a encararem toda essa preparação física e desgaste físico e emocional para escalarem uma montanha? Talvez não seja possível explicar esse sentimento, o certo é que milhares de pessoas se sentem realizadas ao testar seus limites e estarem fora da sua zona de conforto.

Abaixo, segue a íntegra do filme, que foi exibido em inúmeros eventos de montanhismo e escalada, e foi destaque em inúmeras publicações especializadas:

Para ter maiores detalhes de toda a expedição, recomendo uma visita ao blog do My First Mountain (clique AQUI). Lá você encontrará postagens com todos os detalhes da preparação, contatos importantes, lista de equipamentos, valores e outras informações importantes.

O Projeto Argentina – Esqui e Snowboard Fora de Pista

Como falei no início desse post, conheci essa galera no Chile, numa trip de ski em 2013. Acabamos nos tornando grandes amigos e, em razão dessa paixão em comum, organizamos a ski trip de 2014 para Bariloche, na Argentina.

Conversando com o Bruno Senna, fotógrafo e videomaker que dirigiu o My First Mountain Bolívia, surgiu a ideia de replicarmos o projeto, agora com foco no esqui e snowboard.

Em parceria com a escola Freshtracks, iremos registrar o dia-a-dia na montanha e a preparação para encararmos a modalidade backcountry no Cerro Catedral, acessando áreas de fora de pista por meio de trilhas. A ideia é mostrar, sob o conceito do My First Mountain, como qualquer pessoa pode encarar a modalidade fora de pista de esqui e snowboard, passando por toda a preparação, requisitos, segurança, ultrapassando os limites de cada um para atingir o objetivo.

A viagem está marcada para o final de julho e início de agosto e, conforme a viagem vá se aproximando, eu vou postar aqui no blog maiores detalhes da preparação para a viagem e para o documentário.

DEIXAR UMA RESPOSTA

Coloque seu comentário
Coloque seu nome